Saúde animal

UFPel promove Outubro Rosa Pet

Serviço de Oncologia Veterinária quer conscientizar os donos de cães sobre a importância da prevenção e da detecção precoce

21 de Outubro de 2019 - 09h55 Corrigir A + A -
Equipe utiliza bichos de pelúcia para demonstrar a técnica de palpação dos nódulos

Equipe utiliza bichos de pelúcia para demonstrar a técnica de palpação dos nódulos

Identificação precoce da doença é fundamental para os bons resultados

Identificação precoce da doença é fundamental para os bons resultados

No mês de prevenção ao câncer de mama, a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) se une à causa. O Serviço de Oncologia Veterinária (Sovet) UFPel promove a Campanha do Outubro Rosa Pet. A iniciativa tem como objetivo conscientizar os tutores de cães sobre a doença e a importância da prevenção ou detecção precoce. Apesar de a patologia ser grave, atualmente sabe-se que ela pode ser evitada, que existem formas de tratamento e que o diagnóstico precoce possibilita maior sucesso no tratamento.

Durante este mês serão realizadas atividades em diferentes espaços públicos da cidade, visando orientar os tutores/donos de cães sobre como detectar nódulos de mama nos seus pets. Conforme Cristina Gevehr Fernandes, professora coordenadora da campanha, o setor de Patologia da UFPel analisa cerca de 1,3 mil amostras por ano e 50% delas são tumores de mama.

A equipe que atua na campanha é constituída por alunos de graduação e pós-graduação do curso de Medicina Veterinária. Todos passam por treinamento contínuo para responder às principais dúvidas dos tutores e demonstrar a técnica de palpação dos nódulos, utilizando bichos de pelúcia, os mascotes da campanha, que possuem simulações de lesões.

Entre as atividades já confirmadas está a ação no Parque Una, no dia 27, das 14h às 17h. A professora destaca que ações semelhantes estão sendo realizadas em outros estados. “O diagnóstico precoce aumenta a eficiência do tratamento, pois a detecção tardia acarreta complicações como as metástases que correspondem ao aparecimento de tumores em outras áreas do corpo”, explica a coordenadora.

Mais informações pelo e-mail sovetufpel@gmail.com ou pelo telefone (53) 3275-7469.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados