Coronavírus

Sistema de saúde da região Sul do Estado pode colapsar em dez dias

Prognóstico, apresentado na manhã desta segunda-feira (22), tem como base a variação das internações diárias em UTIs

22 de Fevereiro de 2021 - 12h02 Corrigir A + A -
O prognóstico foi feito com base na variação das internações diárias em leitos de UTI: foram, ao todo, mais cinco ocupações (Foto: Reprodução)

O prognóstico foi feito com base na variação das internações diárias em leitos de UTI: foram, ao todo, mais cinco ocupações (Foto: Reprodução)

 

Dez dias. Não são nem duas semanas a perspectiva do Governo do Estado para que o sistema da região sul do Rio Grande do Sul entre em colapso por conta da pandemia de Covid-19. O prognóstico foi feito com base na variação das internações diárias em leitos de UTI: foram, ao todo, mais cinco ocupações na comparação com cinco dias atrás.

De acordo com o portal gaúcho da Covid-19, a R21, que abrange Pelotas e região, tem atualmente 85,6% dos leitos UTI ocupados. Já a macrorregião sul apresenta 76,4% de ocupação. Em reunião com a  Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), o governador Eduardo Leite (PSDB) alertou para o fato de que, em breve, não será mais possível ampliar a estrutura dos sistemas de saúde, tendo em vista restrições humanas para tal. “Não teremos mais como abrir novos leitos por falta de condições para contratar profissionais para elas”, explicou.

No encontro, Leite apresentou novos gráficos mostrando o maior e mais rápido crescimento nas internações desde o início da pandemia no Estado. A média móvel no número de internados diários nos hospitais foi de 64 pacientes a mais em julho, 67 em novembro e 170 nos últimos quinze dias. 

O agravamento da pandemia levou a R21 a regredir para a bandeira vermelha dentro do mapa do distanciamento controlado do Governo do Estado. Na reunião desta manhã, o presidente da Azonasul, Vinícius Pegoraro, confirmou que acatará a decisão, mas defendeu a possibilidade de trabalhar através da cogestão - quando a região, em conjunto, adota medidas mais brandas que aquelas definidas pela bandeira estipulada. O mapa definitivo será divulgado na tarde desta segunda-feira (22) e entrará em vigor na terça-feira (23).

Óbito

Na manhã desta segunda-feira (22), Morro Redondo registrou mais uma morte por Covid-19. A vítima foi um homem, de 84 anos. Foi a sexta vida perdida para a doença na cidade desde o início da pandemia.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados