Solidariedade

Saldo positivo em ano difícil

Com muita fé, oração e trabalho, campanha Bouquet de Amor atinge marca expressiva nas arrecadações

18 de Outubro de 2019 - 20h00 Corrigir A + A -
Na edição de 2019, 19.800 novelos foram arrecadados (Foto: Paulo Rossi - DP)

Na edição de 2019, 19.800 novelos foram arrecadados (Foto: Paulo Rossi - DP)

"Tudo que envolve amor tem solidariedade". Com este sentimento de caridade e inspirada pelo evangelho Lucas 5:1-11, que aborda a pesca milagrosa, a campanha Bouquet de Amor encerrou as atividades em 2019. Este ano, foram 19.800 novelos arrecadados na 38ª edição do evento. Um saldo positivo em um ano de dificuldades, conforme a organização.

Muitas foram as adversidades encontradas pelas organizadoras para conseguir atingir as metas traçadas. "É muito bom ser testemunha desse milagre que acontece todos os anos no Bouquet do Amor. A gente duvida, acha que não vai bater a meta e é maravilhoso ver tantos novelos arrecadados. A campanha deste ano foi especialmente difícil, trabalhosa. Estar presente no encerramento e ver que conseguimos arrecadar os novelos é uma sensação indescritível" afirmou a colaboradora Sandra Espinosa

O destino dos novelos já é conhecido. Serão cerca de 60 grupos reunidos com o objetivo de, a partir dos novelos, confeccionar blusões, cobertores, enxovais para bebês, entre outras peças, que serão doadas posteriormente. Celestina Isabel Pinto comanda os grupos de confecção do Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP), Hora Tranquila e Amar é Viver, que, somente no último mês, doou cerca de noventa peças entre enxovais para bebês e mantas para idosos. "É muito gratificante poder contribuir com essas pessoas. Poder participar da campanha e depois realizar as doações é o que nos motiva, mesmo com as dificuldades" declarou Celestina. As doações serão destinadas para famílias carentes, escolas da rede pública, hospitais, entre outros grupos em situação de vulnerabilidade social.

Os já tradicionais prêmios "Pescadores do Amor", que também fazem parte da campanha, foram entregues no evento de encerramento. A premiação é destinada a quem mais conseguiu novelos para a campanha e se divide nas categorias masculina, feminina e infantil. O engenheiro Felipe Snoeck recebeu o título destinado ao público masculino, enquanto que Belinha Soares e Lara Szortyka receberam nas modalidades feminina e infantil, respectivamente.

A campanha iniciou há três meses, em um evento sediado pelo Shopping Pelotas, em conjunto com o projeto "A Loja Vazia". As empresas Arte feita à mão e Central da Costura foram parceiras na iniciativa, assim como os colégios São José e Gonzaga. No dia do encerramento, quando ocorreu a entrega dos novelos, aconteceram também uma encenação do evangelho que inspira a campanha, realizada pelos jovens do Movimento de Emaús e um desfile de crianças, na faixa etária dos dois aos 12 anos de idade.

Prêmio Vanisse Krause
A edição deste ano reservou uma novidade no encerramento. Em homenagem a Vanisse Krause, falecida em maio deste ano, foi criado um prêmio com o nome da empresária. Ela foi Princesinha do Bouquet do Amor quando criança e trabalhava intensamente nas campanhas. A partir da edição de 2019, o troféu será entregue para o destaque do ano nas arrecadações, seja uma pessoa física ou empresa. "A Vanisse era uma pessoa jovem, que praticou boas ações e deixou sua marca na caridade de Pelotas. É uma homenagem mais do que justa para uma pessoa que só fez o bem" declarou a fundadora da campanha e criadora do prêmio, Maria Eulalie Fernandes.

Nesta primeira edição, a homenagem foi concedida a Isabel Gastal, que confeccionou uma manta. Após a costura, ela realizou uma rifa, cujo prêmio era a manta e, com o valor obtido, fez uma doação de cerca de mil novelos para a campanha.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados