Boletim da Zona Sul

Rio Grande: Prefeito recebe diretor da Corsan para tratar da ampliação das equipes de trabalho

O encontro é resultado de diversas agendas do Chefe do Executivo rio-grandino em Porto Alegre, ocasião em que protocolou documentos com o mesmo propósito aos diretores da Companhia no estado.

23 de Agosto de 2019 - 18h30 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Município alega que o número de equipes disponibilizadas pela Companhia atualmente não é suficiente para o acompanhamento das obras executadas pela administração municipal (Foto: Divulgação - DP)

Município alega que o número de equipes disponibilizadas pela Companhia atualmente não é suficiente para o acompanhamento das obras executadas pela administração municipal (Foto: Divulgação - DP)

Confira também:
São Lourenço: Chama Crioula chega neste sábado ao município  
Turuçu: Cidade terá reforço no policiamento
São José do Norte: Executivo faz reinvidicações ao governador Eduardo Leite

“Objetivamente, o que nós precisamos é de mais equipes da Corsan em Rio Grande”. Essa foi uma das reivindicações que o prefeito municipal, Alexandre Lindenmeyer, fez ao diretor de operações da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Eduardo Carvalho, em reunião realizada na tarde desta quinta-feira (22), na Sala de Reuniões da Prefeitura. O encontro é resultado de diversas agendas do Chefe do Executivo rio-grandino em Porto Alegre, ocasião em que protocolou documentos com o mesmo propósito aos diretores da Companhia no estado.

A justificativa tem como base o volume de obras de infraestrutura em andamento no município, outras tantas que irão iniciar até o primeiro semestre de 2020 – algo em torno de 50 intervenções de drenagem e pavimentação – a fragilidade de algumas redes antigas da Corsan e a urgência na contratação de novos recursos humanos para dar conta da demanda, não apenas para o atendimento aos novos investimentos do município, como também  para pleitos do dia a dia, como problemas de vazamentos, esgoto a céu aberto, buracos abertos e não fechados, necessidade de reparo de redes, dentre outros constatados em diversas localidades da cidade.

Alguns deles reforçados na reunião de trabalho, que contou com a presença de secretários e secretárias de município como Darlene Pereira, gestora do Gabinete de Programas e Projetos Especiais (GPPE), Luiz Francisco Spotorno, da Infraestrutura, Daniel Gomes, engenheiro da respectiva pasta, e Daniel Spotorno, que representou a Procuradoria Jurídica do Município. Dentre outros documentos encaminhados pelo município à Companhia, um novo ofício, com data de 5 de agosto, à direção da Corsan, reiterou o pedido de atendimento em pendências  em diversos logradouros onde há necessidade de obras por parte da Corsan para o prosseguimento das intervenções de infraestrutura por parte do Executivo.

“Não há cidade no estado com um volume tão grande de obras na rua como a nossa. O acompanhamento da Corsan é necessário e, para que isso ocorra de forma adequada, há necessidade da ampliação dos recursos humanos. Apenas duas equipes são insuficientes para o atendimento de tudo aquilo que a gente vem sendo executando. Precisamos de um tempo resposta mais rápido no encaminhamento dos problemas”, salientou o prefeito, que também destacou a importância de um reforço no almoxarifado da Companhia em Rio Grande.

De acordo com a secretária Darlene Pereira, o município tem informado de maneira antecipada a lista de ruas que receberão intervenções de drenagem e pavimentação à estatal. Ela reiterou o pedido do prefeito e acredita que a contratação de novas equipes pode dar mais fluidez aos trabalhos articulados entre o município e a Corsan. “Obras nós temos. E muitas! Há, ainda, uma demanda reprimida de vazamentos e demais problemas cotidianos que precisam ser solucionados com mais rapidez”, avaliou.

O Diretor de Operações da Corsan, Eduardo Carvalho, acolheu os pleitos, que serão encaminhados pela Companhia. “Nós queremos ser solução para o município, não o problema. Temos um regramento e precisamos analisar as proposições. Iremos verificar com os nossos técnicos, dialogar com a Prefeitura e resolver essa questão”, finalizou. Eduardo Guimarães,  Superintendente Regional da Corsan, também participou da agenda realizada nesta quinta (22) e admitiu a necessidade da contratação de novas equipes. “Sabemos que precisamos de mais gente”, comentou. O gestor demonstrou interesse no atendimento das demandas e na consequente melhoria dos serviços prestados pela Companhia em Rio Grande.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados