Educação

Rede municipal retorna às aulas nesta segunda-feira

Cerca de 29 mil alunos retomam atividades em Pelotas; novidade deste ano é o turno integral em mais duas escolas

17 de Fevereiro de 2020 - 08h03 Corrigir A + A -
Material didático também já estava pronto para receber as crianças e jovens (Foto: Paulo Rossi - DP)

Material didático também já estava pronto para receber as crianças e jovens (Foto: Paulo Rossi - DP)

Cerca de 29 mil alunos da rede municipal de Pelotas retornam às salas de aula nesta segunda-feira (17). A Secretaria Municipal de Educação e Desporto (Smed) garante que as 90 escolas já estão abastecidas com merendas, materiais e a manutenção dos prédios está em dia. Além disso, 80% dos nomeados já estão alocados em suas escolas.

De acordo com o secretário da Smed, Artur Corrêa, as unidades estão prontas para receber os alunos. Eletrodomésticos que estavam estragados receberam reparos, caixas d’água foram limpas e as reformas necessárias encontram-se em dia. Além do investimento feito pelo município, em sua maioria nas escolas de Educação Infantil, outros educandários utilizaram a verba do Plano de Aplicação de Recursos Financeiros (Parf) para realizar as reformas.

Sobre as matrículas, Corrêa informa que está sendo feito um levantamento para averiguar a situação, mas adianta que, de maneira geral, os problemas são poucos. “Crianças e adolescentes de quatro a 17 anos não ficarão fora da escola”, assegura. Até o momento, cerca de dois mil novos alunos entrarão para a rede, a maioria dando início à vida estudantil. A novidade para 2020 é o turno integral para mais dois locais, a Bruno Chaves, localizada no 9° distrito do município, e a Daura Ferreira Pinto, na Vila Princesa. Outro ponto destacado é a quantidade de vagas na Mário Meneghetti, que este ano conseguirá atender o dobro de alunos.

A nova escola de Educação Infantil, Prefeito Ary Alcântara, localizada no Navegantes, já está pronta e, segundo o secretário, está equipada e conta com direção e matriculados. Porém, as aulas devem iniciar no próximo dia 4. Isso ocorrerá pelo fato de não haver professores suficientes para abrir as portas. Os futuros docentes do educandário serão os aprovados no último concurso, que ainda não foram nomeados, mas isso deverá ocorrer a partir de terça-feira. As quatro turmas do prédio principal da Dr. Joaquim Assumpção seguirão com suas aulas no Colégio Estadual Dom João Braga. A estrutura, na Almirante Barroso esquina Tiradentes, segue com reformas, então, as atividades só retornarão dia 4.

No Colégio Municipal Pelotense, que conta com cerca de três mil alunos, a novidade é a reformulação da passarela para os cadeirantes, toda feita conforme as normas de acessibilidade. De acordo com o diretor geral, Arthur Katrein, o educandário conta com oito alunos que necessitam da adaptação e a medida irá melhorar o acesso e gerar inclusão. Investimentos em segurança também foram feitos. A partir de agora, o maior colégio municipal da cidade contará com novas câmeras e sistema de alarme. Em média, 350 novos alunos terão o Pelotense como sua escola, e serão recepcionados no auditório externo pelos diretores e professores. Através das novas nomeações, o colégio recebeu mais de dez professores, além de cuidadores e auxiliares de Educação Infantil.

No Estado
Conforme o decreto 54.875, de 21 de novembro de 2019, assinado pelo governador do Estado, Eduardo Leite (PSDB), e publicado em Diário Oficial, as aulas na rede pública estadual começam amanhã e se encerram no dia 16 de dezembro. As férias discentes e o recesso escolar ocorrem entre 20 de julho e 2 de agosto.

Os estabelecimentos de ensino, cuja integralização do ano letivo de 2019 avançou o ano civil de 2020, por conta da greve dos professores, poderão elaborar calendários escolares diferenciados que serão aprovados pelo Conselho Escolar e submetidos à análise e à homologação da respectiva Coordenadoria Regional de Educação e da Secretaria da Educação.

Retomada também na UCPel
O primeiro semestre letivo na Universidade Católica de Pelotas (UCPel) também começa hoje. Além de novidades na qualificação da infraestrutura de seus Campi, haverá uma programação diferenciada de acolhida durante os três turnos. Cerca de quatro mil estudantes retornam às aulas.

Como em edições anteriores, para os calouros será disponibilizado um tour informativo sobre os setores da Universidade em cinco horários. Informações sobre funcionamento da Central de Atendimento, Biblioteca, Capelania, Sala dos Professores, por exemplo, serão compartilhadas.

A programação para os demais acadêmicos contará com shows musicais, cabine fotográfica além de outras atividades promovidas pela Capelania. Novos espaços de convivência localizados no saguão do Campus I já estarão disponíveis para uso e integram a primeira etapa de revitalização do espaço considerado o coração da Universidade.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados