Reconhecimento

Projeto de Lei institui a Região Turística da Costa Doce Gaúcha

Projeto de autoria dos deputados Zé Nunes e Fernando Marroni foi aprovado na Assembleia Legislativa nesta quarta

30 de Setembro de 2020 - 23h17 Corrigir A + A -
Costa Doce abrange vários municípios da Região Sul (Foto: Leandro Lopes - DP)

Costa Doce abrange vários municípios da Região Sul (Foto: Leandro Lopes - DP)

Nesta quarta-feira (30), a Assembleia Legislativa aprovou Projeto de Lei nº 245/19, de autoria dos deputados estaduais Zé Nunes (PT) e Fernando Marroni (PT), que institui a Região Turística da Costa Doce.

A Costa Doce abrange as cidades de Arambaré, Arroio Grande, Barra do Ribeiro, Camaquã, Canguçu, Chuí, Cristal, Dom Feliciano, Guaíba, Jaguarão, Mariana Pimentel, Morro Redondo, Pedro Osório, Pelotas, Piratini, Rio Grande, Santa Vitória do Palmar, São José do Norte, São Lourenço do Sul, Sertão Santana, Tapes, Tavares e Turuçu.

Segundo Zé Nunes, este projeto possibilita a integração turística do RS com o potencial do Uruguai; estimula o desenvolvimento sustentável; fortalece e amplia a produção local nas áreas turística, cultural e gastronômica; implanta mecanismos de educação ambiental e incentivo aos empreendimentos turísticos; e incentiva a organização produtiva das comunidades locais relacionadas ao turismo, ao artesanato e à geração de novas fontes de emprego e renda.

A Costa Doce é uma região de águas abundantes, lindas paisagens e rico patrimônio histórico e cultural. Conta com inúmeros museus, monumentos e prédios históricos de variados estilos arquitetônicos e que registram os diferentes períodos da construção do Rio Grande do Sul. As diversas manifestações culturais, como a gastronomia, o artesanato e a arquitetura são marcados pelas influências portuguesas, africanas, polonesas, francesas, italianas, alemãs e indígenas.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados