Mudança

Primavera chuvosa inicia nesta segunda-feira

Estação das flores será marcada por períodos com chuva em grandes volumes e risco de cheia de rios, particularmente na primeira metade

20 de Setembro de 2014 - 07h13 Corrigir A + A -
Primavera aumenta a frequência de dias de calor e diminui os de frio (Foto: Jô Folha - DP)

Primavera aumenta a frequência de dias de calor e diminui os de frio (Foto: Jô Folha - DP)

A primavera começa nesta segunda-feira, às 23h29min, e marca a transição do inverno para o verão. A estação das flores em 2014 deverá ter prováveis períodos com chuva em grandes volumes, com risco até de cheia de rios, particularmente na primeira metade da estação. O oeste do Estado, sobretudo, tem risco mais acentuado de chuva volumosa. No final da primavera a chuva tende a se tornar mais irregular no Rio Grande do Sul, não sendo descartada a possibilidade de algumas áreas virem a se ressentir de déficit hídrico.

A MetSul destaca que a primavera é um período com maior frequência de tempestades, não raro severas, com intensos vendavais e granizo. Há vários precedentes de tornados. Sistema comum na estação são os Complexos Convectivos de Mesoescala, grandes áreas de instabilidade que se formam no Norte da Argentina e Paraguai à noite e que avançam para o Sul do Brasil com chuva intensa e temporais. Em novembro e dezembro, na medida em que começa a se instalar o regime de chuva de verão, devem ser registrados os temporais isolados de fim de tarde e começo de noite devido ao calor.

Ondas de calor em outubro e novembro
Como uma estação de transição para o verão, na primavera aumenta a frequência de dias de calor e diminui os de frio. O começo da estação ainda tem características de inverno e o final já tem padrão de verão. Por isso, ainda devem ser registrados alguns dias de frio no começo da estação, inclusive com geada, mas estes ficam cada vez mais escassos, em especial a partir de outubro. Esse mês terá dias de calor, que aumentará muito em novembro e dezembro.

A MetSul alerta para a possibilidade de eventos de calor muito intenso (ondas de calor). O contraste térmico entre ar frio na costa e ar quente no continente acentua vento da tarde para a noite do quadrante Leste no decorrer da primavera e que popularmente ficou conhecido como Vento de Finados.

Um sentimento de renovação e energia
A primavera talvez seja a estação do ano que conte com a maior predileção das pessoas em geral. É quando o clima conta com temperaturas amenas e agradáveis, o que contribui para elevar o humor das pessoas. É uma estação que acarreta sentimento de renovação e energia, afetando assim diretamente no humor e na autoestima, comenta a psicóloga Icléia Villaça. Segundo ela, a época faz com que as pessoas sintam necessidade de estar na rua, movimentar-se, pois o sol é o estimulante. "Ao ar livre sentem mais liberdade, relacionam-se mais e conseguem apreciar a natureza. Isso permite que se desliguem das preocupações do dia a dia", explica.

Movimentação na agricultura
É neste período que começa a grande preparação para as culturas anuais, como milho, arroz, soja, entre outras. A época é de movimentação na agricultura, quando se dá a maioria dos cultivos, salienta o chefe do escritório municipal da Emater, engenheiro agrônomo Francisco Arruda. "Sai de uma estação que reprime muito com a geada, a planta sai do estado de dormência, acorda. Tudo acorda, melhora, inclusive o pasto, o leite. É a estação mais esperada do ano", garante.

Impulso no comércio
A chegada da nova estação também traz impulso para o segmento de vestuário e calçados, com lançamentos e novos produtos na coleção primavera-verão. O presidente do Sindilojas, Vilmar Bazanella, diz que o mês de outubro marca o início de um dos melhores períodos do ano para o comércio. "Não é o mais significativo em termos de valores. Os artigos de inverno têm valor agregado maior, mas não são todas as lojas que vendem. Já a coleção primavera-verão tem em muito mais empresas", ressalta.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados