Saúde

Prefeitura e IFSul firmam convênio de cooperação para aperfeiçoamento de cuidadores

Curso “Cuidando do Cuidador” será dedicado, na primeira fase, à formação de 30 servidores da SAS

16 de Setembro de 2019 - 23h32 Corrigir A + A -
Assinatura do protocolo ocorreu nesta segunda-feira na prefeitura (Foto: Gustavo Vara - Ascom)

Assinatura do protocolo ocorreu nesta segunda-feira na prefeitura (Foto: Gustavo Vara - Ascom)

Com vistas ao aperfeiçoamento de servidores que tratam dos públicos de abrigos do município, a prefeitura e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul) assinaram convênio de cooperação de parceria institucional. A prefeita Paula Mascarenhas e o reitor Flávio Luís Barbosa Nunes assinaram o protocolo na manhã desta segunda-feira (16), no Salão Nobre do Paço Municipal.

O resultado da parceria é o desenvolvimento do curso de qualificação de servidores que atendem pessoas que necessitam de acompanhamento nos abrigos do município. A primeira turma será de 30 alunos e as aulas começam dia 26 deste mês, estendendo-se até abril de 2020, com dois encontros semanais. A equipe foi selecionada pela própria Secretaria de Assistência Social.

O diretor de Relações com a Comunidade do IFSul e coordenador do curso “Cuidando do Cuidador”, Edgar Antônio Costa Mattarredona, comentou que o grupo “Ações do Bem”, do próprio Instituto, visitou abrigos e motivou-se a atuar. “A ideia foi a da capacitação de servidores que auxiliam as pessoas que necessitam de cuidados: crianças, jovens, idosos, mulheres em situação de vulnerabilidade, e pessoas com deficiência.” Para os jovens, que são desligados dos abrigos aos 18 anos, o IFSul está estudando a possibilidade de proporcionar profissionalização.

A pró-reitora de Extensão e Cultura, Gisela Loureiro Duarte, salientou que a ação de capacitar cuidadores resulta de voluntariado, e que a Extensão tem o objetivo de colocar toda a potencialidade do Instituto à disposição da comunidade para atender às demandas.

O secretário de Assistência Social, Luiz Eduardo Longaray, informou que a Secretaria, desde 2016, vinha promovendo capacitações de educadores sociais, para mantê-los atualizados. No entanto, os cursos eram de até 30 horas. O que se iniciará, com o convênio, é de 160 horas. “Agora, teremos um curso completo, com certificação. O caminho será aberto para os servidores. A iniciativa demonstra a responsabilidade social do IFSul.”

O reitor Flávio Nunes salientou que o curso, além do aperfeiçoamento, é também uma forma de valorização dos que trabalham, por meio da preparação profissional para a jornada do dia a dia.  


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados