Em pauta

Prefeitura discute plano municipal para Primeira Infância

Intenção do governo é promover ações integrando todas as secretarias

06 de Agosto de 2022 - 16h03 Corrigir A + A -
Prefeita apresentou as ideias ao secretariado (Foto: Michel Corvello - Ascom)

Prefeita apresentou as ideias ao secretariado (Foto: Michel Corvello - Ascom)

A prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) apresentou ao secretariado em reunião esta semana um plano municipal voltado à Primeira Infância. O objetivo é que o conjunto de ações a serem adotadas envolva todas as pastas da administração, tornando-se uma política transversal.

Paula retornou na segunda-feira (1º) de formação internacional realizada na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, sobre políticas públicas para a Primeira Infância, articulada pela Fundação Bernard van Leer, Pórtico e Maria Souto Vidigal. Conforme a prefeita, a troca de experiências com outros gestores e o aprendizado sobre a temática com profissionais serviram para que a política pública voltada à Primeira Infância em Pelotas ganhasse novas ideias, com intuito de ser fortalecida e ampliada.

"É um pacto que nasce do Pacto Pelotas pela Paz, o qual também necessita de ênfase e determinação de todas as equipes. Todas as pastas têm algo a fazer. Estou convencida de que precisamos cuidar das crianças antes de qualquer coisa, e cabe ao governo municipal colaborar para que todas as pessoas possam se realizar de alguma forma. Precisamos proteger e estimular nossas crianças e seus cuidadores", diz.

Cidade pensada a partir de bebês, crianças e cuidadores
De acordo com a prefeitura, o foco é em construir a cidade considerando bebês, crianças pequenas e cuidadores, seguindo ideias difundidas pelo Urban95, iniciativa que integra o Pacto Pelotas pela Paz. Além disso, o município pretende garantir o apoio a famílias em situação de vulnerabilidade.

A proposta da prefeitura é que todos os setores trabalhem junto à comunidade para criar espaços públicos, locais e ruas pensadas para esse público-alvo, tendo em vista seus desejos e suas características físicas, por exemplo, como a altura de uma criança.

O plano envolvem garantias de saúde materno infantil, nutrição, educação, oportunidades de emprego e propiciar espaços públicos, lazer e cultura. Pontos como mobilidade urbana e infraestrutura, saneamento básico, assistência social e moradia e saneamento básico, com ar puro, água limpa e natureza, além de combate à violência, também integram o conjunto de ações, segundo a prefeitura.

Na reunião com os secretários, Paula expôs áreas a serem trabalhadas de forma prioritária nesta política pública. Foram apresentados projetos que já estão em andamento e poderão servir de referência para a criação de outras ações voltadas à temática, como o Mãe Pelotense, criado em 2013, o Famílias Acolhedoras e a Escola de Mães e Avós, que não está sendo executado no momento, mas que deve retornar à atividade, segundo o governo.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados