Comando

Prefeitura abre seleção para contratar nova empresa gestora da UPA

Município garante que não há risco do atendimento à população ser interrompido durante transição em função do lançamento do extrato edital

13 de Novembro de 2019 - 12h31 Corrigir A + A -
Mensalmente, a unidade do Areal acolhe mais de 5,5 mil pacientes, 2 mil a mais do que em 2016. (Foto: Janine Tomberg)

Mensalmente, a unidade do Areal acolhe mais de 5,5 mil pacientes, 2 mil a mais do que em 2016. (Foto: Janine Tomberg)

A Prefeitura de Pelotas, por meio da Secretaria de Saúde (SMS), dará início a um processo seletivo visando à contratação de uma nova empresa para compartilhar a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Areal. O motivo é o pedido de reequilíbrio econômico-financeiro do contrato por parte da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV), responsável por esta função desde a inauguração da UPA em Pelotas, em julho de 2016. O extrato do edital público de chamamento foi lançado, no Diário Oficial dos Municípios do Rio Grande do Sul, na terça-feira (12).

A gestão municipal acredita que é possível executar o mesmo serviço com o valor já disponibilizado até então, não sendo necessário o aporte de mais recursos – a Prefeitura é responsável por 60% da manutenção da Unidade, quando deveria ser encarregada por 25%: o restante a ser gasto, uma incumbência dos governos estadual e federal.

A secretária de Saúde, Roberta Paganini, sustenta que não há risco do atendimento à população parar durante esta transição contratual. “O processo de mudança será feito juntamente à Fundação e à nova empresa contratada, garantindo a continuidade do serviço na UPA”, reforça a secretária.

UPA Areal
Mensalmente, a unidade do Areal acolhe mais de 5,5 mil pacientes, 2 mil a mais do que em 2016. Pesquisa de satisfação realizada no local indica que 89% dos usuários, que a procuram, consideram ótimo ou bom o atendimento prestado. Desde o começo das atividades, mais de 200 mil pessoas foram acolhidas no espaço. Quem vai até a UPA, encontra serviços como eletrocardiograma, raio-x, exames laboratoriais, consultas médicas e de enfermagem – atendimentos prestados 24 horas por dia para situações de urgência e emergência.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados