Tragédia em Santa Maria

Pelotenses seguem mobilizados para ajudar as famílias e vítimas do incêndio

Hemocentro registrou 253 doadores de sangue na segunda-feira; comunidade ainda prestou homenagem em caminhada no centro da cidade

01 de Fevereiro de 2013 - 21h30 Corrigir A + A -
Pelotenses homenagearam vítimas do incêndio carregando faixas e rosas brancas

Pelotenses homenagearam vítimas do incêndio carregando faixas e rosas brancas

A comunidade pelotense segue mobilizada para ajudar as famílias e vítimas do incêndio ocorrido na madrugada do último domingo na boate Kiss, em Santa Maria. Depois de registrar 253 doadores de sangue na segunda-feira (28) - de 300 voluntários - o Hemocentro Regional de Pelotas teve diminuição para uma média de 85 doadores por dia, número que segue acima do habitual (entre 30 e 35). Até a tarde desta sexta o local registrava 607 doações em cinco dias.

Segundo a assistente social responsável pelo setor de captação,  Eloiza  Silva, o número de voluntários diminuiu conforme a divulgação de que no momento há número de bolsas suficientes para atender a demanda de feridos. A maior parte dos doadores são jovens entre 18 e 25 anos, mesma faixa etária das vítimas do ocorrido.

Também esta semana Pelotas enviou medicamentos, material de limpeza e água em dois maleiros de ônibus disponibilizado pela empresa Planalto, além de material entregue voluntariamente à Secretaria de Saúde de Santa Maria pela empresa Expresso Embaixador. Os donativos foram arrecadados pelo grupo Tholl durante dois dias. O coordenador da campanha, Fábio Finno Marques, não sabe precisar a quantidade de material arrecadado, mas afirma ter sido número tão significativo que surpreendeu positivamente os organizadores. "Sabíamos que os pelotenses iam ajudar, mas o que impressionou foi a rapidez com que conseguimos", afirma.

Homenagem
No início da noite desta sexta, um grupo de pessoas se reuniu em caminhada no centro de Pelotas para realizar uma homenagem às vítimas da tragédia. As pessoas usaram faixas pretas como símbolo do luto e carregaram rosas brancas. Havia faixas demonstrando solidariedade. A manifestação foi combinada por meio de um site de redes sociais, logo que a tragédia aconteceu.

Confira fotos da homenagem na página do Diário Popular no Facebook

Estado mobilizado
Outros municípios gaúchos também estão mobilizados e têm prestado solidariedade. Na segunda a Força Aérea Brasileira (FAB) enviou seis toneladas de medicações, ataduras, aparelhos respiratórios, entre outros donativos, aos hospitais de Santa Maria. Interessados em ajudar a cidade podem obter informações sobre os donativos de maior urgência através do número (55) 9166-6422.

Até esta sexta não havia carência de nenhum produto, segundo a coordenadora da parte de doações do Centro Desportivo Municipal (CDM) - onde estão sendo concentrados os donativos - , Roselaine dal Ponte. Ela afirma que a cada dia chegam donativos de diferentes cidades, todos são concentrados no CDM e encaminhados aos hospitais e abrigos da cidade, conforme a necessidade.


Comentários

  • Ana Paula T. dos Santos - 02/02/2013
  • Clarice Joanol Arndt - 01/02/2013

Diário Popular - Todos os direitos reservados