Cuidados

Pelotas terá telemonitoramento de casos de tuberculose

Pelotas conta atualmente com 170 pacientes em tratamento contra a doença e o objetivo é reverter o índice de abandono do tratamento

02 de Maio de 2022 - 20h42 Corrigir A + A -
Pelotas registra hoje cerca de 170 pacientes em tratamento contra a tuberculose. (Foto: Paulo Rossi - DP)

Pelotas registra hoje cerca de 170 pacientes em tratamento contra a tuberculose. (Foto: Paulo Rossi - DP)

A Prefeitura de Pelotas começará o serviço de telemonitoramento dos casos de tuberculose na cidade a partir da quarta-feira (11). Por meio de contato telefônico, o cidadão será acompanhado pelos profissionais que integram a equipe do Programa Municipal de Controle da Tuberculose da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O telemonitoramento será desenvolvido em parceria com projeto de extensão da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), intitulado "Adesão – Fortalecimento das ações de controle da tuberculose". A ideia, segundo a coordenadora da Rede de Doenças Crônicas Transmissíveis Prioritárias, Greice Matos, é reverter o alto índice de abandono do tratamento ocasionado durante a pandemia. "É uma estratégia que traçamos, desde o final do ano passado, para melhorar o acesso ao tratamento contra a tuberculose, uma vez que o processo é, de certo modo, longo, e cada vez que o paciente o abandona, precisa recomeçá-lo", explicou Greice.

Como vai funcionar?
O serviço de telemonitoramento ocorrerá a partir da assinatura de um termo de consentimento dos pacientes que já se tratam por meio do programa municipal. Ao aderir à nova proposta, as equipes farão ligações semanais com o fornecimento de orientações, acompanhamento dos agendamentos das consultas, incentivo à continuidade do tratamento e busca ativa de pacientes em abandono. Pelotas registra hoje cerca de 170 pacientes em tratamento contra a tuberculose.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados