Saúde

Pelotas tem dois casos confirmados de dengue

Casos foram contraídos dentro do município; prefeitura prepara campanhas educativas para prevenção e controle ao vírus

04 de Maio de 2021 - 14h23 Corrigir A + A -
Casos confirmados são de moradores do Centro e um deles precisou ser internado (Foto: Marcel Ávila - Ascom)

Casos confirmados são de moradores do Centro e um deles precisou ser internado (Foto: Marcel Ávila - Ascom)

Durante reunião com a 3ª Coordenadoria Regional de Saúde (3ªCRS) na tarde desta segunda-feira (4), a prefeitura confirmou a existência de duas pessoas com dengue em Pelotas. Os casos são considerados autóctones, ou seja, foram contraídos no próprio município, o que alerta para a circulação do vírus em território local. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) prepara campanhas educativas para prevenção e controle da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Com apoio do 3ª CRS, as equipes de Vigilância Ambiental, Epidemiológica, do Núcleo Municipal de Educação e Saúde Coletiva (Numesc) e da Atenção Primária irão fortalecer e ampliar as ações do Plano de Contingência, orientado pelo governo federal e adotado há muitos anos pelo município, com foco na prevenção e controle à dengue.

"Vamos trabalhar com campanhas educativas para que a população nos ajude nas ações de prevenção ao mosquito, evitando assim a doença", explica a secretária de Saúde, Roberta Paganini, ao destacar que a equipe de Operários de Saúde Ambiental - que atua nas ações de vigilância, prevenção e combate a vetores e zoonoses - será reforçada nos próximos dias.

A proposta do município também é atuar junto aos territórios da Atenção Primária a partir da ação educativa dos agentes comunitários de saúde junto à população. A expectativa é de que as ações sejam efetivadas a partir das segunda quinzena de maio.

Notificações de dengue e Covid

Outra frente de ação da SMS será a investigação dos casos suspeitos de dengue e Covid, já que as duas doenças apresentam sintomas semelhantes. O Plano de Ação Municipal, que será embasado na orientação do documento emitido pelo Estado, deverá conter nota técnica para regrar desde a identificação, diagnóstico e até estratificação de risco para a doença.

Casos positivos

De acordo com a SMS os casos positivos são relativos a um homem de 37 anos e uma mulher de 36, que tiveram exames confirmados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) em abril. Os dois são moradores do Centro da cidade. Apenas o homem esteve internado por três dias. Agora, ambos, estão curados.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados