Coronavírus

Pelotas reduz ocupação dos leitos Covid em 20%

Em um mês, percentual caiu de 67% para 47%

18 de Setembro de 2020 - 22h03 Corrigir A + A -
Apesar da redução nos três espaços, a SMS informou em nota que pretende manter o plano de abertura de novos leitos de Enfermaria e suporte respiratório no Centro Covid (Foto: Rafael de Lima - Especial - DP)

Apesar da redução nos três espaços, a SMS informou em nota que pretende manter o plano de abertura de novos leitos de Enfermaria e suporte respiratório no Centro Covid (Foto: Rafael de Lima - Especial - DP)

O momento ainda é de atenção, mas a pandemia do novo coronavírus dá indícios de que pode estar começando período de estabilidade. No espaço de um mês, houve diminuição no percentual de ocupação dos leitos Covid pelotenses. E como triste prova de que ainda não é a hora de relaxar, a cidade perdeu, nesta sexta-feira (18), mais duas pessoas para a doença.

De acordo com levantamento da prefeitura de Pelotas, enviado a pedido da reportagem, no dia 15 de agosto o Centro Covid acolhia duas pessoas - uma na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), a outra na Enfermaria. No primeiro dia de setembro, o local estava zerado. Na última quinta-feira, voltou a receber um paciente, na enfermaria. Ao todo, em um mês a ocupação dos leitos passou de 13% para 6,6%.

Na Beneficência Portuguesa, eram 35 pessoas hospitalizadas em 15 de agosto - 25 na Enfermaria e dez na UTI. 15 dias depois, os números eram semelhantes, com apenas uma internação a mais na UTI. O comparativo de um mês mostra redução de 70% para 56%.

O Hospital Escola (HE/UFPel) recebia 35 pacientes internados em 15 de agosto - 15 na Enfermaria e 20 na UTI. No primeiro dia de setembro, eram 28, sendo 13 em Enfermaria e 15 na UTI. Na última quinta-feira, passaram a ser 21 os leitos ocupados - dez na Enfermaria e 11 na UTI. No total, de 87,5% na metade de agosto, a ocupação do hospital passou a ser de 52,5%. O local conta ainda com 19 leitos considerados de retaguarda.

Apesar da redução nos três espaços, a Secretaria Municipal de Saúde informou em nota que pretende manter o plano de abertura de novos leitos de Enfermaria e suporte respiratório no Centro Covid, para adultos. De acordo com a secretária Roberta Paganini, a contratação de Organização da Sociedade Civil (OSC) para o gerenciamento do local está em andamento na Procuradoria Geral do Município, sem prazo estabelecido para a disponibilização dos leitos.

"Estamos discutindo permanentemente com os diretores dos hospitais e o Conselho de Saúde sobre o comportamento da pandemia em Pelotas, com o foco na reorganização da rede, de forma que a gente tenha um ponto exclusivo de atendimento Covid e possa ter áreas liberadas para o retorno das outras atividades nas unidades hospitalares."

Perda de vidas segue

Apesar da redução no número de internados, Pelotas segue perdendo pessoas para a Covid-19. Nesta sexta-feira foram mais duas: uma mulher de 46 anos, hospitalizada na Beneficência Portuguesa desde 10 de setembro, e um homem de 55 anos, internado no mesmo local desde o dia 26 de agosto.

A cidade contabilizou ainda mais 74 casos de infecção pelo novo coronavírus. Com elas, o somatório geral da pandemia é de 3.584 pessoas infectadas. Destas, 2.412 são consideradas recuperadas, 1.026 estão isoladas, 31 internadas e 115 morreram em virtude da doença.

Evolução recente da taxa de ocupação dos leitos Covid, em Pelotas

- 15 de agosto: 67%
- 1º de setembro: 61%
- Sexta-feira, 18: 47%

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados