Pandemia

Pelotas chega a 5 casos de Covid-19

Novos dois casos são relativos a uma mãe e uma filha, de 51 e 21 anos; outros três aguardam contraprova

06 de Abril de 2020 - 16h34 Corrigir A + A -
Isolamento deve ser reforçado com novas medidas municipais, adiantou pela manhã a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB), em reunião da Azonasul.  (Foto: Jô Folha - DP)

Isolamento deve ser reforçado com novas medidas municipais, adiantou pela manhã a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB), em reunião da Azonasul. (Foto: Jô Folha - DP)

Atualizada às 19h44 para acréscimo de informações

A prefeitura de Pelotas confirmou, na tarde desta segunda-feira, mais dois casos de Covid-19. Com o teste positivo para uma mãe e uma filha, de 51 e 21 anos, a cidade chega a cinco casos. Outros três que testaram positivo em laboratórios privados não credenciados no Ministério da Saúde aguardam a contraprova exigida no Laboratório Central do Estado (Lacen). Até o início da próxima semana, a prefeitura de Pelotas pode anunciar mais medidas para reforçar o isolamento social como limitar o acesso a supermercados e proibir a permanência em locais públicos da cidade.

As duas mulheres deram entrada no pronto atendimento na rede particular da cidade, conforme informações divulgadas pela prefeitura, onde foram feitos os testes e enviados ao Lacen. O resultado de outros seis exames coletados antes da mudança de protocolo ainda são aguardados. No novo protocolo, são feitos exames apenas em casos hospitalizados e considerados graves.

Também é aguardado a contraprova de três casos destes realizados em laboratórios não conveniados com o Ministério de Saúde. Até o momento, 105 já testaram negativo no município.

Mãe e filha testam positivo

Em nota, a prefeitura informou que as mulheres diagnosticadas são mãe e filha e chegaram a ser internadas em um hospital da cidade. Elas apresentavam sintomas da doença. Elas não precisaram de intubação e ambas devem ter alta ainda nesta segunda-feira, informa o município.

Sem histórico de viagem, a contaminação teria se dado por contato com outro confirmado na cidade. Esta forma não é considerado contágio comunitário, uma vez que foi rastreado o contágio. Ainda nesta segunda elas passariam para o isolamento domiciliar.

Outros confirmados

A primeira confirmada em Pelotas, uma mulher de 71 anos, cumpriu o isolamento e é considerada curada. O segundo e terceiro caso permanecem com o mesmo quadro. O segundo, um idoso de 70 anos, permanece internado em hospital particular em Porto Alegre. O outro, de 55 anos, está em isolamento domiciliar.

Isolamento deve ser intensificado

Em uma reunião durante a manhã com prefeitos de municípios da Azonasul, a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) manifestou que pretende intensificar o isolamento social em Pelotas. Na avaliação da prefeita, a população relaxou e isso é notável pelo aumento do movimento nas ruas, supermercados e macro atacados.

Uma das medidas deve ser a limitação da entrada de pessoas em supermercados e macro atacados para 30% do total indicado no Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI) e apenas uma pessoa por família. Outra medida, que pode ser implementada via decreto, é a proibição da permanência de pessoas em locais públicos como praças, parques, praia ou o calçadão, por exemplo. As medidas ainda precisam ser debatidas pelo comitê de crise montado para enfrentar a pandemia - a reunião deve acontecer antes do final de semana. A ideia é estender o isolamento até maio.

Na reunião de prefeitos, o presidente da Azonasul e chefe do poder executivo de Arroio Grande, Luis Henrique Pereira da Silva (Progressistas), fez um desabafo aos colegas cobrando respaldo tanto do Estado como da União. "Fica esta incógnita entre governadores e presidente e tudo acaba caindo para os prefeitos. Mais uma vez a corda arrebenta para os municípios", criticou.

Na região são 12 casos confirmados em Pelotas (5), Rio Grande (2), Piratini (2), Canguçu (1), Capão do Leão (1) e São Lourenço do Sul (1).

Bagé chega a 26 casos

No final da tarde desta segunda-feira, Bagé confirmou mais dois casos e chegou ao total de 26 pessoas testadas positivas para o Covid-19. O município da Campanha segue como segunda cidade com mais casos no Rio Grande do Sul, atrás apenas da capital Porto Alegre, com 253 casos. É seguida por Caxias do Sul, ontem com 21 casos. Em todo o RS, são 501 casos confirmados em 67 cidades. Oito pessoas já morreram vítimas do novo coronavírus no estado.

553 óbitos no Brasil

Na última atualização nacional, o Brasil chegou a 12.056 casos diagnosticados e 553 mortes comprovadas pelo Covid-19. Somente entre o domingo e a segunda, número de mortes subiu em 67 em todo o país.

10 mil já morreram nos EUA

Nos dados mais recentes da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos já são mais de 10,5 mil mortos. Com o dado, o país se torna o terceiro com mais mortes no mundo, atrás da Itália (16,5 mil) e Espanha (13,1 mil). Os Estados Unidos tem 356,9 mil casos de novo coronavírus já confirmados. Em todo o mundo são mais de 73,9 mil mortes já diagnosticadas com o Covid-19 e o número de infectados é de 1,3 milhão.

Laboratório de Pelotas é contratado para exames

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) contratou, nesta segunda, a empresa M&S Produtos Agropecuários para realizar exames de diagnóstico em pessoas com suspeita de coronavírus. A ampliação é necessária para testar profissionais de saúde e da segurança pública. O laboratório deve realizar em torno de 250 exames por dia e os resultados deverão ser divulgados em até 24h após o recebimento da coleta. O contrato tem validade de seis meses e é o primeiro do tipo a ser assinado pelo Estado, que pretende ampliar exames através de parcerias com universidades.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados