Pandemia

Pelotas alcança os 4.051 testes para detectar Covid-19

Dois mil exames fazem parte da pesquisa EPICovid-19 realizada pela UFPel

28 de Maio de 2020 - 17h13 Corrigir A + A -
Testes rápidos são os mais aplicados em Pelotas (Foto: Divulgação - SMS)

Testes rápidos são os mais aplicados em Pelotas (Foto: Divulgação - SMS)

Dois meses depois de ter notificado o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus, Pelotas registra a marca de 4.051 exames feitos em moradores do município. Desse total, 74 pessoas tiveram as análises positivas para a Covid-19, sendo que quatro são resultado da pesquisa feita pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Os números foram divulgados antes do balanço desta quinta-feira (28).

Segundo levantamento acumulativo da testagem semanal, feito pela Vigilância Epidemiológica, a rede de saúde, pública e privada, já testou 2.051 pessoas em Pelotas. Do total, 388 exames foram interpretados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/RS), 510 são relativos a testes rápidos enviados pelo governo do Estado e gerenciados pelo município, e 1.153 são análises realizadas em laboratórios privados, credenciados pelo Ministério da Saúde. 

A pesquisa EPICovi-19, realizada pela UFPel, como ferramenta encomendada pelo governo do Estado para mapear a evolução de casos da doença no Rio Grande do Sul, soma os resultados dos testes em moradores do município nos números oficiais. Com a quarta etapa do estudo concluída, o número de testes rápidos alcança o total de 2.000 moradores.

 

Notícias relacionadas


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados