Diversidade

Parada da Diversidade será ao estilo Red Carpet

Programação do evento, que inicia no próximo dia 28 e se estende até o dia 5 de dezembro e tem o apoio da Prefeitura, foi divulgada em coletiva à imprensa na sede da Secult na tarde de sexta-feira.

27 de Novembro de 2021 - 10h14 Corrigir A + A -
A Semana da Diversidade de Pelotas, deste ano, terá algumas inovações. A grande novidade desta edição, além de dar continuidade às diversas atividades remotas que serão transmitidas pelo Canal da Semana da Diversidade Pelotas, no Youtube, acessível pelo link https://www.youtube.com/channel/UCEtV0PrJ-yul4ohOCMp6aYg , será a Parada da Diversidade em novo formato, ao estilo Red Carpet, no Theatro Guarany, que prevê de 15 a 25 apresentações de artistas – os que forem contemplados pelo edital -, entre shows de drag queens, atores, bailarinos, cantores, rappers, etc. “Será um evento mais teatral. Queremos mostrar a seriedade do Movimento, que pode ocupar qualquer espaço e promover eventos de qualidade”, adiantou Gengiscan Pereira, do Coletivo Juliana Martinelli, um dos organizadores da Semana. 
A Prefeitura de Pelotas, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), é apoiadora da Semana da Diversidade, uma realização conjunta de instituições, ONGs, OSCs e coletivos do movimento LGBT de Pelotas. “Poucas Paradas do nosso país têm o apoio institucional do Poder Público, que é muito importante para a realização de um bom evento”, destacou Pereira, artista que ficou conhecido por meio de sua personagem, a drag Abigail Foster.
No final da tarde de quinta-feira (25), a equipe organizadora da Semana da Diversidade concedeu uma coletiva à imprensa local para divulgação da programação do evento, que ocorre de 28 de novembro a 5 de dezembro, e terá atividades remotas e presenciais. A entrevista ocorreu na sede da Secult – Casarão Dois da Praça Coronel Pedro Osório. O secretário de Cultura, Paulo Pedrozo, fez a abertura da Coletiva, enaltecendo a importância da Semana da Diversidade, que está em sua 5ª edição e alcança a 20ª Parada. 
Uma das organizadoras, a trans Marcia Monks, integrante da Ong Vale a Vida, falou sobre o tema desta edição, Sobre(viver), que vai abordar a sobrevivência em diversos sentidos. “É um tema transversal, que atravessará todas as mesas de conversas da Semana. Vamos falar de nossas vidas, de nossos corpos e também das nossas vivências, de tudo o que temos que enfrentar no dia a dia, devido ao preconceito.” Marcia explicou que a edição quer homenagear as sobreviventes e todas aquelas que foram brutalmente assassinadas pelo preconceito – a ativista recordou que a expectativa de vida de transexuais no Brasil é de 35 anos. “O Brasil é o país que mais mata transexuais e travestis no mundo e, ironicamente, também é o que mais acessa sites de conteúdo erótico envolvendo trans e travestis, o que demonstra a hipocrisia do nosso país”, ponderou Marcia. Marcos Ronei Fernandes, do Grupo Também, que integra a organização, recordou que desde julho foram realizadas reuniões semanais para planejar, minuciosamente, a programação da Semana da Diversidade.      

 

Confira a programação:

Domingo 28/11 às 17h – Abertura Oficial – Memórias da Diversidade
Mediadora da mesa, a drag Abigail Foster entrevistará convidados que irão resgatar a história do Movimento LGBT em Pelotas, tanto das quatro edições passadas da Semana da Diversidade quanto da Parada, que teve início em 2002. 
Local: Canal do Youtube 

 

Segunda-feira 29/11
Às 10h – Ato de hasteamento da bandeira LGBT no Paço Municipal
Às 14h – O Legado de Juliana Martinelli: Ativismo e Assistência Social
Participação da ONG Vale a Vida, OSC Gesto e Coletivo Juliana Martinelli.  
Local: Canal do Youtube
Às 19h - Ato de hasteamento da bandeira LGBT no Colégio Municipal Pelotense

 

Terça-feira 30/11 às 17h – Diversidade, Inclusão e Permanência de LGBTQIA+ na Escola
Integrantes do Grupo Também e a convidada Bárbara, egressa do Colégio Pelotense, vão conversar sobre políticas públicas voltadas à permanência da população LGBTQIA+ na Escola.
Local: Canal do Youtube

 

Quarta-feira 1°/12 das 13h às 19h – Prep na Rua – Ação de rua em Alusão ao Dia Mundial de combate à Aids
Evento abordará a doença, com aconselhamento e distribuição de preservativos. Organização da Rede de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Grupo PositHIVes (grupo de estudos do curso de Psicologia da UFPel), Rede Equidades, Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Ainds (RNP+C).
Local: Largo Edmar Fetter (Mercado Central)

 

Quinta-feira 02/12 
às 9h30min – Fórum do Conselho Municipal de Direitos da Cidadania LGBT em Pelotas
Diálogo e prestação de contas da atuação do primeiro mandato do Conselho, durante os dois anos de gestão, e preparação das chapas para a nova eleição.
Local: Secretaria de Cultura
Às 20h30min – Movimento LGBTQIAP+ e PVHA: Uma História a ser Resgatada
Uma mesa redonda com ativistas e vereadores sobre a história do Movimento LGBT. Participação da vereadora de São Paulo Érika Hilton; Lázaro Silva, da Rede de Jovens Vivendo com HIV/Aids no Rio de Janeiro; Rafaela Queiroz, psicóloga que integra o Movimento Nacional das Cidadãs PositHIVas, e a artivista Maria Sil.  
Local: Canal do Youtube 

 

Sexta-feira 03/12 às 14h – Intersexo: Precisamos conversar
Pela primeira vez a Semana da Diversidade fará uma mesa para conversar sobre as pessoas intersexuais, aquelas que naturalmente desenvolvem características sexuais que não se encaixam nas noções típicas de sexo feminino ou sexo masculino, não se desenvolvem completamente como nenhuma delas ou desenvolvem naturalmente uma combinação de ambas. 
Local: Canal do Youtube

 

Sábado 04/12 às 14h – Caminhada da Diversidade
Local de concentração: Calçadão da Andrade Neves esquina com Voluntários da Pátria
Percorrerá diversas ruas centrais até o Largo de Portugal, na antiga Estação Férrea de Pelotas, onde será inaugurada a pintura nas cores da diversidade na passarela que passa sobre o leito da viação férrea, fazendo ligação ao bairro Simões Lopes, 
Domingo 5/12 às 16h – Parada da Diversidade
Local: Theatro Guarany
Com público limitado a 300 pessoas, os ingressos para a Parada serão distribuídos no dia do evento, a partir do meio-dia, na portaria do Guarany, mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível. O evento respeitará as normas de segurança da pandemia do novo coronavírus, com distanciamento social, uso de máscaras dentro do theatro – somente os apresentadores e artistas poderão ficar sem máscaras enquanto estiverem no palco – e será exigida a apresentação de comprovante de vacinal na entrada.    
A Parada terá cinco apresentadores: Marcia Monks, as drag queens Abigail Foster e Cassie, o ator Raquim e a cantora Colibrisa. O evento será transmitido pelo canal do YouTube. 
A Semana da Diversidade é uma realização da ONG Vale a Vida; Organização da Sociedade Civil (OSC) Gesto; Grupo Também; Coletivo Juliana Martinelli; Núcleo de Gênero e Diversidade da Universidade Federal de Pelotas (Nugen-UFPel); Núcleo de Gênero e Diversidade do Instituto Federal sul-rio-grandense (Nuged-IFSul); Grupo Autônomo de Mulheres de pelotas (Gamp) e Conselho de  Direitos da Cidadania LGBT de Pelotas.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados