Iniciativa

Para facilitar a contratação de serviços

Plataforma lançada este mês conecta trabalhadores da construção civil a quem precisa de reparos e reformas

20 de Agosto de 2019 - 10h28 Corrigir A + A -
Samuel Holz é o fundador da empresa incubada na UCPel (Foto: Jô Folha - DP)

Samuel Holz é o fundador da empresa incubada na UCPel (Foto: Jô Folha - DP)

Conectar quem precisa realizar reformas e reparos em casa a quem realiza essas atividades. Esse é o propósito da plataforma FacilitaPro. O funcionamento da startup, que é incubada do Centro de Incubação de Empresas da Região Sul da Universidade Católica de Pelotas (Ciemsul/UCPel), iniciou este mês e já conta com profissionais cadastrados e reformas realizadas.

O site (www.facilitapro.com) oferece diversos profissionais, como eletricistas, pedreiros e encanadores. Quem deseja solicitar o serviço deverá preencher um formulário descrevendo a demanda e, em seguida, até três profissionais cadastrados e especializados entram em contato para oferecer os orçamentos. "É completamente sem compromisso, inclusive o cliente pode refazer o pedido", afirma o fundador da empresa, Samuel Holz. Na primeira quinzena de funcionamento, serviços como troca de rejunte, colocação de cerâmica e consertos de vazamentos já foram realizados.

Um ponto importante, destacado por Holz, é que o contratante tem a liberdade de comparar os orçamentos, de visualizar avaliações dos profissionais e ver fotos dos serviços já finalizados. Além do mais, depois da realização dos reparos, o usuário também poderá avaliar o resultado final. As metas da empresa até o fim deste ano são receber cerca de 400 solicitações e repassar R$ 40 mil para os profissionais cadastrados.

A seleção dos prestadores de serviço ocorre em duas etapas. Primeiro, o interessado deve preencher um formulário disponível no site da plataforma, depois ocorre uma entrevista para avaliação de perfil. Comprovação de experiência na área, referências profissionais e não ter antecedentes criminais são alguns dos pré-requisitos para se tornar parceiro da startup. "A ideia da seleção é evitar desconfortos para o contratante", explica o empreendedor. O processo seletivo é constante e realizado de acordo com a demanda da empresa.

O autônomo Nilton Guidotti, pode ser encontrado na plataforma como "marido de aluguel". Preparado para realizar pequenos reparos, o profissional conta que foi através de uma rede social que soube do cadastro. "Depois, entraram em contato para a entrevista e em seguida eu já tive clientes", completa. De acordo com Guidotti, a ferramenta é um ótimo auxílio para quem é autônomo, além de facilitar a contratação de qualquer serviço para o usuário.

Uma das primeiras pessoas a utilizarem a FacilitaPro, Taís Dal Molin foi surpreendida por um vazamento no banheiro quando chegou em casa. A advogada destaca a agilidade do serviço, que levou em torno de três horas todo o processo de escolha e de chegada do profissional. "É complicado contratar serviços, então a proposta se torna muito interessante", diz.

Futuro. A expectativa de Holz é de se estabelecer completamente na cidade até o final do primeiro semestre de 2020 para, depois, expandir as atividades para Caxias do Sul e Santa Maria.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados