Saúde

Otimismo para cumprir a meta de imunização

Secretaria Municipal de Saúde registra maior procura neste segundo semestre e já vacinou cerca de 40% do público-alvo

23 de Outubro de 2020 - 21h46 Corrigir A + A -
Secretaria já imunizou 40% da meta (Foto: Jô Folha - DP)

Secretaria já imunizou 40% da meta (Foto: Jô Folha - DP)

Durante este mês de outubro, o Ministério da Saúde deu início a duas campanhas de imunização simultâneas: a campanha de vacinação contra a poliomielite e a campanha de multivacinação. A primeira visa prevenir a doença, enquanto que a segunda busca atualizar o calendário de imunizações da população pelotense. Ao longo deste mês, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já vacinou cerca de 40% do público alvo em Pelotas.

A campanha contra a poliomielite já aplicou 6.092 doses, o que simboliza uma representação de quase 40% da meta de cobertura vacinal. A mobilização ganhou um impulso com a realização do Dia D contra a doença, que aconteceu no último dia 17. Entre estas doses, 1.583 foram recebidas por crianças na faixa etária dos quatro anos, o que corresponde a 25% desta estatística. "A procura da vacina segue em uma constante. A gente espera que até o final do mês a gente consiga atingir a meta de 95% do público-alvo. A procura teve uma constante bastante positivas nas Unidades de Saúde", afirmou a enfermeira do Núcleo de Imunizações da SMS, Ana Alice Maciel. O objetivo da Secretaria é imunizar 14.507 crianças, que corresponde a 95% do alvo.

Uma destas crianças entre estas milhares de vacinadas é o pequeno Jasper, filho de Revile Costa. Eles compareceram na última quinta-feira ao Centro de Especialidades para cumprir o calendário de vacinação e imunizar o menino contra a poliomielite. A mãe afirma que sempre procura manter as vacinações em dia. "É melhor uma mãe chorar um pouquinho vendo o filho tomar uma vacina do que chorar uma vida inteira, perder o filho ou vê-lo em dificuldades por ignorância. Por isso, o calendário dele tá sempre em dia. Sempre levo ele para se vacinar", contou a mãe.

A campanha de multivacinação também traz informações expressivas, mas com uma composição diferente. Durante este mês, 3.530 crianças e adolescentes procuraram as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e o Centro de Especialidades para atualizar a carteira de vacinação. Após a análise dos profissionais da saúde e da indicação se faltavam doses e quais ainda eram necessárias, 2.664 crianças e adolescentes foram efetivamente imunizadas. "A gente abastece todos os dias os postos e os colegas tão sempre pedindo mais doses, o que nos dá uma expectativa bastante positiva para que a gente atinja a meta. Não houve diminuição na procura, as pessoas seguiram buscando. A gente tem vacinado bastante contra HPV, liberado a ACWY, que são aplicadas na criança e no adolescente", apontou a enfermeira.

Ações e metas

A meta é vacinar 95% do público-alvo em ambas campanhas. Nas ações de prevenção contra a poliomielite, o objetivo é vacinar crianças de um ano a menores de cinco anos, de forma indiscriminada. Na campanha de multivacinação, a meta é imunizar crianças e adolescentes até 15 anos, conforme as indicações do calendário nacional, que prevê a atualização das carteiras. "A gente tá vivendo uma época atípica pra fazer campanha em função da pandemia. Mas isso não tem impedido que as pessoas procurem as unidades. As pessoas tão mais conscientes da importância de manter o calendário vacinal em dia. A gente percebe que o pico da pandemia fez com que as pessoas procurassem atualizar as carteiras", destacou.

 

 

 

 

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados