Vai começar

Ordem de início da dragagem do Porto do Rio Grande será assinada no próximo dia 25

O procedimento é uma das principais reivindicações da Superintendência do Porto do Rio Grande e do governo do Estado em Brasília

11 de Outubro de 2018 - 11h55 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Dragagem é uma das principais reivindicações do Porto do Rio Grande e do governo do Estado em Brasília (Foto: Alcides Gonçalves/ST)

Dragagem é uma das principais reivindicações do Porto do Rio Grande e do governo do Estado em Brasília (Foto: Alcides Gonçalves/ST)

A dragagem do canal de acesso ao Porto do Rio Grande, uma das principais reivindicações da Superintendência do local, terá a ordem de início assinada no próximo dia 25. O contrato para a obra foi assinado em 2015, pela extinta Secretaria Especial de Portos da Presidência da República. Depois de uma série de divergências entre o documento assinado e o entendimento do Ibama (órgão licenciador), a SUPRG passou a trabalhar num plano de dragagem ambientalmente seguro, que foi entendido e aprovado pelo Instituto.

"Desde 2015, trabalhamos incansavelmente para obter a licença do Ibama para a realização da obra. Colocamos o corpo técnico da SUPRG e um grupo de trabalho, com a participação dos mais graduados professores e pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande, para planejar e nos auxiliar nesse processo tão importante para o desenvolvimento do Estado", afirma o diretor-superintendente, Janir Branco.

O projeto que será executado compreende uma obra de manutenção do canal de acesso ao porto. Devem ser retirados cerca de 16 milhões de metros cúbicos de sedimentos depositados no canal e que prejudicam a navegação.

O plano de dragagem foi aprovado em maio deste ano e, desde então, o projeto aguardava a contratação da empresa de fiscalização e a disponibilidade orçamentária por parte do governo federal. Atualmente, o calado (profundidade) máximo do porto é de 12,8 metros. Em 2017, o complexo portuário movimentou mais de 40 milhões de toneladas, sendo a soja o principal produto de exportação.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados