Trânsito

Ônibus voltam à Deodoro

Com a pavimentação concluída, parte do trecho da rua Marechal Deodoro foi liberada para a circulação dos coletivos; primeiro dia da alteração foi tranquilo

21 de Outubro de 2019 - 22h22 Corrigir A + A -
Primeiro dia foi acompanhado pela Secretaria de Transportes e Trânsito (Foto: Jô Folha - DP)

Primeiro dia foi acompanhado pela Secretaria de Transportes e Trânsito (Foto: Jô Folha - DP)

Aos poucos a via começa a retomar seu ritmo normal (Foto: Jô Folha - DP)

Aos poucos a via começa a retomar seu ritmo normal (Foto: Jô Folha - DP)

A segunda-feira (21) marcou o primeiro dia da mudança no itinerário de parte dos ônibus que passam pela área central da cidade. A alteração se deve à conclusão da pavimentação entre as ruas Voluntários da Pátria e Marechal Floriano, que fazem parte das obras de requalificação da rua Marechal Deodoro. A avaliação do titular da Secretaria de Transporte e Trânsito (STT), Flávio Al Alam, é que a sinalização e o auxílio dos agentes de trânsito em horários de pico contribuíram para o bom funcionamento.

Apesar do saldo positivo do primeiro dia, Al Alam afirma que não se pode comemorar. Para ele, é preciso esperar dias com maior movimento na região, no sentido bairro-Centro, como nos primeiros dias de cada mês. Com a nova organização, os ônibus continuam pela Professor Araújo até a Voluntários da Pátria, por onde seguem para a Marechal Deodoro. No local, semáforos foram instalados nos encontro das ruas Voluntários da Pátria e Marechal Deodoro, além de sinalização provisória. O estacionamento no trecho, desde a rua Dom Pedro II, também passa a ser proibido. O embarque e o desembarque entre as ruas Lobo da Costa e Marechal Floriano também voltaram a ocorrer.

Dois dos três pontos de ônibus que estavam na Professor Araújo retornaram para a Deodoro. No trecho entre Voluntários e General Neto, o ponto é destinado ao embarque nas linhas Bom Jesus, Porto, Fragata via Pelotense e Padre Réus. O outro, entre a General Neto e a 7 de Setembro, para o desembarque das linhas da Zona Norte.

A liberação do trecho se deve à conclusão da pavimentação do piso rígido no local, incluindo o tempo de "cura" do concreto, que é de 28 dias. Conforme o titular da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Roberto Ramalho, o prazo é necessário para a liberação para o trânsito pesado. As obras fazem parte do trecho 2 da requalificação da rua Marechal Deodoro, que vai da avenida Bento Gonçalves até a rua Marechal Floriano. Iniciadas em julho deste ano, as obras no local estão com cerca de 78% do total concluído e a previsão de entrega de todo o trecho é até o final deste ano, com a pavimentação finalizada até metade de dezembro. Em seguida, deve ocorrer a colocação de sinalização viária, paisagismo e mobiliário urbano. "O que pode nos atrapalhar para isso é a chuva", analisa. Conforme Ramalho, o tempo chuvoso impossibilita a pavimentação, tanto com CBUQ, para o asfalto, como o piso rígido, utilizado para o corredor de concreto.

Avaliação positiva

A alteração no itinerário dos ônibus para a rua Marechal Deodoro foi surpresa para quem já estava acostumado com o antigo trajeto. Karina Fonseca, de 24 anos, conta que esperou por um tempo para embarcar no ônibus da linha Navegantes/Cohabpel na Professor Araújo, até que decidiu ir para a Marechal Deodoro. "Faltou mais divulgação, pois ainda está confuso", conta. Para Karina, no entanto, a mudança foi boa.

A opinião também é compartilhada por Rodrigo Leal, que comercializa lanches em frente ao Hospital-Escola da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Segundo ele, a mudança é positiva e contribuirá para organizar o trânsito na região, que ficou intenso com a circulação de ônibus. "Atrapalhava até as ambulâncias", revela. Leal ressalta, também, que o deslocamento dos ônibus contribuirá para a preservação da via, que foi bastante danificada durante o período de circulação dos pesados veículos.

Recuperação da rua Professor Araújo

O conserto dos trechos da Professor Araújo ficará sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (Smop). De acordo com o titular, Luiz Tejada, o cronograma para o início da recuperação da via entre Voluntários e Marechal Floriano deve sair nesta terça-feira, após reunião com demais secretarias. Segundo ele, o espaço será colocado no planejamento da Smop que, no momento, está trabalhando em ruas danificadas pelas chuvas.

Fase final da requalificação

As obras na rua Marechal Deodoro, no trecho entre Bento Gonçalves e Marechal Floriano, são as últimas do projeto de requalificação da via, iniciado em abril de 2018. No total, serão mais de 3,2 quilômetros requalificados, entre as ruas Guilherme Wetzel e Gomes Carneiro. A obra foi dividida em três trechos. O primeiro, entre a rua Guilherme Wetzel e a avenida Bento Gonçalves, e o terceiro, entre Marechal Floriano e Gomes Carneiro, estão concluídos. O contrato prevê corredores de ônibus, pontos de ônibus com laterais, fundo e cobertura de vidro, alargamento de calçadas, rampas de acessibilidade e mobiliário urbano. O valor total é de aproximadamente R$ 7,5 milhões, com recursos próprios da prefeitura de Pelotas e do extinto Ministério das Cidades. A Seplag é responsável pela fiscalização e gerência da obra.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados