Agronegócio

O arroz daqui, agora também no México

Primeiras cargas do produto estão no porto de Rio Grande à espera do embarque no próximo dia 20

14 de Novembro de 2019 - 23h13 Corrigir A + A -
Inicialmente serão 11 contêineres do grão já beneficiado (Foto: Divulgação - DP)

Inicialmente serão 11 contêineres do grão já beneficiado (Foto: Divulgação - DP)

Confirmada em maio deste ano pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, a abertura do mercado mexicano para o arroz brasileiro se torna realidade neste mês. Já estão no Porto de Rio Grande prontos para embarque 11 contêineres com arroz beneficiado, com previsão de saída para a próxima quarta-feira, dia 20. A notícia do primeiro negócio realizado pelos brasileiros foi comemorada pelo setor orizícola.

Para o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, a expectativa é que este seja apenas o primeiro e que em breve também haja a exportação do arroz em casca do Rio Grande do Sul, que produz cerca de 70% do cereal no país, para o México. “Esta é uma confirmação que faz muito tempo que vem sendo trabalhada com as entidades e com o apoio do Ministério da Agricultura no sentido de viabilizar esta exportação”, observa.

As tratativas para a abertura do mercado mexicano ocorrem desde 2015, período, que segundo dados do Comité Nacional Sistema Producto Arroz del Mexico, os mexicanos colheram 158,35 mil toneladas do grão, queda de 80,4% em 30 anos. Em 1985, a produção do país era de 807 mil toneladas. Enquanto isso, no mesmo período, o consumo cresceu de 850 mil para 1,1 milhão de toneladas.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados