Pavimentação

Novo trecho da rua São Jorge será asfaltado

Obras do trecho dois, até a rua Barão de Tramandaí ainda estão em obras mas trecho três, até a Raul Pompeia, recebeu emenda para ser feito

15 de Março de 2019 - 09h30 Corrigir A + A -
Trecho dois ainda está em obras e trecho um já foi concluído  (Foto: Jô Folha - DP)

Trecho dois ainda está em obras e trecho um já foi concluído (Foto: Jô Folha - DP)

Mais um trecho da pavimentação da avenida São Jorge, na Santa Terezinha, sairá em breve do papel. O Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (14) lançou o aviso da licitação e o pó, buracos e alagamentos da rua de chão agora devem dar espaço ao asfalto. Com verba parlamentar, o chamado Trecho Três das obras irá da esquina da rua Barão de Tramandaí até a Raul Pompéia, sempre no sentido centro-bairro. O trecho Dois segue em obras, com conclusão prevista para maio.

O chefe da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Roberto Ramalho, diz que a nova obra terá 150 metros de comprimento e a previsão é de que leve até quatro meses para ser executada. O valor supera os R$ 257 mil. Além do asfalto, o projeto prevê a construção de passeios públicos, drenagem pluvial, sinalização horizontal, vertical, paisagismo e acessibilidade. A verba para a pavimentação veio através do Deputado Federal Paulo Pimenta (PT), a pedido do Vereador Marcos Ferreira - Marcola (PT). 

A via é uma das mais importantes da Santa Terezinha e liga a avenida 25 de julho a outras partes do bairro. Ramalho explica que apenas o sentido centro-bairro da avenida está sendo asfaltado neste momento por questão orçamentária. Como para concluí-la completamente o valor seria bastante elevado, foi decidido fazer aos poucos. "Vem dando resultado", garante. O primeiro trecho já está pronto e, com o segundo e terceiro seguindo os prazos, a ideia é que esta metade seja concluída em um tempo total de dois anos de trabalho. "Foi um jeito de viabilizar a obra", comenta, explicando que a outra metade também deverá sair do papel, com o projeto já sendo feito.

Aos moradores da via, no entanto, o asfalto traz dúvidas. As obras do Trecho Dois andavam enquanto Arlei Rutz, que mora há 42 anos na São Jorge, explicava como preocupa-se com a possibilidade de chegar o inverno e haver alagamentos. A promessa antiga, finalmente contemplada, no entanto é motivo de alívio. "Essa promessa existe desde o dia em que meu pai comprou esse terreno, em 1976", conta. Embora o movimento no seu comércio tenha caído, ele diz estar feliz por, em breve, diminuir o pó e os buracos em frente à casa.

Felicidade também define Inelino Ayres de Menezes. Morador há cinco décadas da rua, o Trecho Três deverá passar em frente a sua casa. Aos 83 anos, diz que já sofreu muito com buracos, pó e alagamentos. Ele ainda não sabia que a obra passaria na frente de sua casa. "Era a coisa mais horrível (…) sonhei muito com isso", celebra.

O edital da obra já está disponível no site da prefeitura de Pelotas e o conhecimento dos interessados na licitação ocorrerá às 13h do dia 21, na Seplag. As obras serão iniciadas após a definição da empresa licitada e as resoluções legais do contrato.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados