Luto

Morre Daniel Anzanello, ex-presidente da ABCCC

Considerado um dos mais importantes criadores da raça crioula, ele fundou a Cabanha Santa Edwiges, em São Lourenço do Sul

25 de Janeiro de 2022 - 18h15 Corrigir A + A -
Entre os anos de 1999 e 2001, Daniel Anzanello, esteve à frente da ABCCC (Foto: Divulgação - DP)

Entre os anos de 1999 e 2001, Daniel Anzanello, esteve à frente da ABCCC (Foto: Divulgação - DP)

Morreu na noite da última segunda-feira, aos 91 anos, Daniel Anzanello, ex-presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Com mais de 40 anos dedicados à atividade, Anzanello foi o fundador da Cabanha Santa Edwiges, em São Lourenço do Sul, em 1977. Durante a carreira, conquistou, entre os afixos Santa Edwiges e JA, pelo menos dez Freios de Ouro e produziu o primeiro bicampeão do Freio, JA Libertador. O motivo da morte não foi divulgado.

Após iniciar a lida junto à raça crioula do zero, em 1970, quando presenteou o filho com suas primeiras éguas, Anzanello passou a dedicar-se inteiramente à atividade. Sete anos após, em 1977, veio o RP 01, que deu início à história da Cabanha Santa Edwiges, a qual leva o nome devido à devoção do idealizador e de sua esposa, Laura, à santa protetora dos negócios. O estabelecimento tornou-se referência em termos de seleção da raça crioula, legado que será levado adiante pela família.

Entre os anos de 1999 e 2001 esteve à frente da ABCCC. "Com uma administração considerada visionária, a gestão de Anzanello é reconhecida como uma verdadeira mudança de rumos na história do Cavalo Crioulo no Brasil, em razão de ter incentivado e promovido a expansão da visibilidade da raça e da cultura do Cavalo Crioulo pelo país através dos principais canais de mídia do ramo", diz um trecho da nota publicada pela Associação. Em 2017, já como ex-presidente, mas ainda sócio, Anzanello foi o primeiro homenageado da Parede da Fama, espaço criado para reverenciar a trajetória daqueles que fizeram história na ABCCC.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados