Folia

Mais uma vez fora de época

Carnaval em Pelotas ocorrerá somente em março

25 de Janeiro de 2020 - 09h45 Corrigir A + A -
As entidades informam que será entre 27 e 29 de março, no entanto a produtora diz ainda não ter uma data oficial (Foto: Jô Folha - DP)

As entidades informam que será entre 27 e 29 de março, no entanto a produtora diz ainda não ter uma data oficial (Foto: Jô Folha - DP)

s Entidades Carnavalescas de Pelotas (Assecap) e os representantes das entidades decidiram que o Carnaval de Pelotas não ocorrerá na data oficial. Desse modo, a folia prevista para o período de 21 a 24 de fevereiro ocorrerá em março. As entidades informam que será entre 27 e 29 de março, no entanto a produtora diz ainda não ter uma data oficial.

Segundo o presidente em exercício da Assecap, Jorge Francisco Parada, a sugestão de mudança de data foi uma surpresa para a associação. Além de estar registrado em nota, ele relata que no momento da decisão a Bah! sugeriu duas opções: aceitar a mudança ou a produtora se retirar da organização. "Eles alegaram que as vendas estavam fracas", completou. Para manter o ritmo de festa, Parada aposta nos ensaios, sejam eles nas quadras ou nas ruas. "Será o jeito de remotivar o pessoal", disse. Sobre a nova programação, o presidente em exercício garante que será reformulada e divulgada neste final de semana.

A Secretaria de Cultura (Secult) comunicou que avisará oficialmente os órgãos de segurança, que previamente já haviam concordado com a alteração. De acordo com o diretor de manifestações populares da Secult, Paulo Pedroso, o órgão aguarda a nova programação para um novo planejamento sobre o evento ser feito. Além disso, Pedroso informou que o pagamento da última parcela em relação à subvenção do município será efetuado no próximo dia 30. Para manter o ritmo carnavalesco, ele acredita que as entidades conseguirão seguir animando os foliões. "Pelotas gosta de Carnaval", enfatizou.

Richard Amaral, diretor da produtora, garante que a nota emitida pela Assecap é errônea. "Em nenhum momento falamos isso, apenas foi dito que se a nossa proposta não fosse aceita teríamos também o direito de avaliar comercialmente o que a gente pensava", contestou. Sobre o ressarcimento dos ingressos, Amaral garante que acontecerá e através das redes sociais irá ser explicado como ocorrerá esse processo. "Quem se sentiu lesado pela troca de datas não se prejudicará". Além disso, ele assegura que as quatro noites de Carnaval serão mantidas, conforme está no contrato, e confirma que ainda não existe uma data oficial, mas será divulgada em breve. Os motivos da mudança são reforçados pelo diretor, que alega questão de segurança pública e concorrência com os carnavais da região.

Na General Telles, o clima é de "torcer para dar certo", garantiu o presidente Marcos Aurélio. Em busca do bicampeonato, a diretoria se reunirá para decidir o que será feito até a nova data, mas garante que os ensaios serão mantidos. "Não vamos deixar a peteca cair", brincou. Na Unidos do Fragata os ensaios de janeiro foram suspensos para equilibrar os gastos e serão retomados no próximo dia 7. O presidente da entidade, Edson Planella, relata que entenderam a situação da produtora, mas que ficaram sem opção. "Não nos restou outra alternativa".


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados