Ajuda

Mais de 700 mulheres ainda sem benefício

Quase metade das selecionadas no Auxílio Emergencial Pelotense não compareceram para retirar o cartão

24 de Novembro de 2021 - 09h50 Corrigir A + A -
Mais de 700 mulheres ainda não foram retirar o cartão que dá acesso ao auxílio (Foto: Michel Corvello - Ascom)

Mais de 700 mulheres ainda não foram retirar o cartão que dá acesso ao auxílio (Foto: Michel Corvello - Ascom)

Até o início desta semana, quase metade das beneficiadas com o Auxílio Emergencial Pelotense ainda não haviam buscado o cartão que dá acesso ao recurso. Das 1.500 mulheres em situação de extrema vulnerabilidade selecionadas, 730 ainda não compareceram para retirá-lo. Ao todo, cada uma receberá R$ 800,00, valor que foi dividido em quatro parcelas mensais de R$ 200,00. A distribuição, que começou no dia 4 de novembro, se estende até o dia 21 de dezembro no prédio da Secretaria de Assistência Social (SAS).

Para tentar localizar essas pessoas que ainda não foram ao local, a SAS está realizando uma busca ativa através de contatos telefônicos com os números registrados no Cadastro Único (CadÚnico) e visitas aos endereços fornecidos. De acordo com o diretor executivo do CadÚnico da Secretaria, Maicon Machado, o principal motivo para que muitas mulheres ainda não tenham retirado o cartão é o desconhecimento sobre seus direitos ou que foram contempladas com o benefício.

Outra situação percebida pelas equipes da SAS é uma confusão sobre os auxílios, já que neste momento também estão sendo distribuídos os cartões do Devolve ICMS, além da substituição do Bolsa Família pelo Auxílio Brasil, um novo programa social do governo federal, criado recentemente.

E quem não buscar o cartão?

Segundo a SAS, a distribuição dos cartões ocorre até o dia 21 de dezembro e durante este período as mulheres podem fazer a retirada. Após essa data, o Poder Executivo irá avaliar o que será feito com o recurso destinado a essa ação social. Até o momento, não está decidido o que irá acontecer com os benefícios que porventura não forem retirados.

A primeira parcela do auxílio já foi depositada e pode ser recolhida nos terminais eletrônicos das agências ou em lotéricas do Banrisul. O valor também pode ser utilizado para fazer compras nas lojas conveniadas. O próximo pagamento está previsto para o dia 5 de dezembro.

A retirada do cartão pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 8 às 14h, no setor de Plantão Social da SAS, na rua Marechal Deodoro, 404. Para saberem se têm direito ao benefício, as mulheres cadastradas podem consultar o site www.pelotas.com.br/auxilio, utilizando o CPF ou número do NIS. As equipes dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) também podem ajudar na conferência.

Uma ajuda na hora certa

A dona de casa Ana Cristina Machado, 35, utilizou a primeira parcela para comprar leite e fralda para o filho de um ano e três meses. Ela conta que está há alguns meses com o Bolsa Família bloqueado e, diante da impossibilidade de trabalhar devido à necessidade de cuidar dos filhos - é mãe de outras duas crianças de oito e dez anos -, sua única renda é a pensão de R$ 200,00 que recebe por um dos filhos. Para amenizar a situação, sua mãe também acaba prestando ajuda. "Esse auxílio é uma benção", diz Ana, ao se referir sobre o benefício.

Mãe de quatro filhos, a cuidadora de idosos Josiara da Costa, 37, conta que precisou utilizar o valor da primeira parcela para pagar o aluguel e que o destino da próxima ainda será decidido. "A gente vê onde falta mais para usar. Essa ajuda veio em um momento bem apertado. Não tinha melhor hora para vir", comenta. Ela explica que consegue alguns trabalhos como cuidadora em alguns dias, mas é um mercado que varia de acordo com a demanda. Com dificuldades financeiras, Josiara tem recebido ainda ajuda através de doações.

Procura pelo Devolve ICMS também é baixa

Vai até a próxima sexta-feira a entrega dos cartões do programa do governo do Estado que destinará parte dos valores arrecadados com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) a pessoas em situação de vulnerabilidade social. No entanto, assim como no caso do Auxílio Emergencial Pelotense, a retirada está abaixo do esperado. Até o meio-dia de ontem, apenas 1.376 haviam sido entregues. Ou seja, das 11.120 famílias beneficiadas, apenas 12% do total buscaram o auditório do Colégio Municipal Pelotense, onde ocorre a entrega das 9h às 15h.

Após o dia 26, os beneficiários terão seis meses para fazer a retirada em um local que ainda será definido. A orientação da Secretaria da Fazenda (Sefaz) é para que os beneficiários aproveitem o mutirão, pois a entrega ocorre de forma rápida, sendo necessário apenas ir até o local e apresentar um documento oficial com foto, CPF e assinar o termo de recebimento para retirar o cartão.

São beneficiados com o Devolve ICMS aqueles que recebem o Bolsa Família/Auxílio Brasil ou que têm algum dependente matriculado na rede estadual de Ensino Médio regular, desde que possua renda mensal de até três salários mínimos nacionais ou renda inferior a meio salário mínimo por pessoa. Para saber se existe o direito de receber o cartão, basta realizar uma consulta utilizando o número do CPF em www.devolveicms.rs.gov.br/participacao. Com o cartão em mãos, as famílias receberão R$ 400,00 por ano - R$ 100,00 a cada trimestre -, além dos recursos para os cadastrados no CadÚnico que têm dependentes matriculados na rede de Ensino Médio da rede pública estadual, no valor de R$ 150,00 por mês.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados