Boletim da Zona Sul

Jaguarão: Prefeito pede a manutenção dos convênios com o IPE

Secretário protocola Plano de trabalho para uso de recursos de emendas parlamentares

18 de Setembro de 2019 - 18h30 Corrigir A + A -

Confira também:
São José do Norte: Formatura do Programa Jovem Aprendiz será na quinta-feira
Canguçu: Prefeitura, SENAR e Sindicato Rural realizam Curso de Manutenção 
Santa Vitória: Reforma da maternidade

O prefeito Favio Telis e o secretário municipal de Saúde, Rogério Cruz estiveram na capital gaúcha, na semana passada, tratando de assuntos referente a saúde, com agendas na Secretaria Estadual da Saúde e no Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul

Em audiência com o diretor-presidente do IPE Saúde, Marcus Vinicius Vieira de Almeida, o prefeito Favio Telis gestionou sobre a manutenção do convênio do IPE com os municípios gaúchos, uma vez que existe um movimento tentando a extinção desse convênio.

O prefeito argumentou que são cerca de 300 municípios que poderão perder o benefício desse convênio, podendo afetar mais de 200 mil funcionários públicos e familiares, causando assim um problema social e um impacto negativo, inclusive para o sistema de saúde e para os médicos. “O convênio com os municípios além de beneficiar os servidores, gera uma excelente receita e ajuda a manter os serviços do IPE”, salienta o prefeito.

Por sua vez, o diretor-presidente, Marcus Vinicius acenou positivamente ao pleito do prefeito de Jaguarão, salientando que recém está iniciando sua gestão à frente do IPE e está estudando as formas legais para manter o convênio com os municípios. “Nós já tínhamos informações de que o município de Jaguarão vem apresentando propostas desde 2017”, afirma o presidente Marcus Vinicius.

Quanto a Santa Casa de Jaguarão, existe a possibilidade do IPE ampliar o convênio já existente.

 

Emendas Parlamentares
O prefeito e o secretário da Saúde de Jaguarão também estiveram no gabinete da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann para entregar documento de registro do plano operativo referente as emendas parlamentares de bancada, destinada à Santa Casa.

Os recursos dessas emendas irão contemplar a oferta de novos serviços assistenciais e incremento aos já contratualizados, realização de biópsias e anatomopatológicos, reformas e adequações visando qualificar a estrutura física, manutenção de equipamentos e materiais permanentes, compra de insumos e medicamentos e pagamento de pessoal, conforme portaria GM/MS nº 395/2019.

Segundo o secretário de Saúde, Rogério Cruz que, também é o atual gestor da Santa Casa, Jaguarão foi um dos primeiros a protocolar o plano de trabalho na Secretaria Estadual de Saúde e, por isso, já está em condições de utilizar cerca de R$ 1,3 milhão destinado ao município, através das emendas parlamentares de bancadas, no Congresso Nacional.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados