Virtual

Instagram: DP conquista mais de 11 mil seguidores em 2020

Jornal traça perfil do público e mantém foco em proporcionar a identificação da população da Zona Sul com os conteúdos postados

23 de Agosto de 2020 - 11h06 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

a827ccda-288a-46ce-bf05-d1fc81d8b074 (1)

Atualmente, é raro encontrar no seu círculo social alguém que não tenha um perfil no Instagram, certo? Seja para correr o dedo compulsivamente nas stories, postar selfies e fotos do dia a dia ou para explorá-lo profissionalmente, praticamente todo mundo está lá.

De acordo com o relatório Global Digital, publicado em 2019 pela agência de marketing We Are Social, o Instagram é a 3ª rede social mais usada no Brasil (atrás do YouTube e do Facebook). À época da publicação do estudo, o Instagram contava com a presença de cerca de 69 milhões de brasileiros. Hoje, esse número ultrapassou a marca dos 70 milhões.

Já uma uma pesquisa da empresa de marketing SocialBakers apontou que o volume de interações no Instagram superou em 20 vezes o do Facebook no último ano. Isso é um feito e tanto, uma vez que o Facebook ainda é a rede social com maior número de usuários ativos mensais em todo o mundo.

Esta conquista do Instagram é realçada pelo fato de que as interações representam o resultado mais desejado por qualquer instituição, marca ou empresa que posta seus conteúdos em redes sociais.

Ficou claro que o Diário Popular precisava aumentar sua presença no Instagram. Afinal, entre essa multidão de usuários estão os nossos leitores - e também aqueles que não são leitores assíduos, mas que nos seguem na rede por se interessarem pelos nossos conteúdos.

Para isso, foi implantada uma estratégia editorial elaborada a partir da identificação dos perfis dos nossos leitores/seguidores, em harmonia com as principais tendências de posicionamento de uma marca no Instagram.

Falaremos sobre a linha editorial em seguida. Antes, vamos entender melhor as pessoas que nos seguem na rede social.

Quem são os nossos seguidores

Até quinta-feira, 20 de agosto, o perfil do DP no Instagram contava com 75,2 mil seguidores, mantendo uma linha de constante crescimento. Deste total, 35,60% são homens e 64,40% são mulheres.

Para ambos os gêneros, a faixa etária com maior número de integrantes é a de 25 a 34 anos, seguida - novamente para ambos - da faixa de 35 a 44 anos. Estas são as cidades com maior número de seguidores do DP (do maior para o menor): Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Capão do Leão, Canguçu e São Lourenço do Sul.

No período entre janeiro e julho de 2020, o @DiarioPopular publicou mais de 930 posts, os quais apresentaram uma média superior a 300 interações por publicação. Já o total de interações nos posts ultrapassou a marca de 279 mil.

Neste mesmo período, o post relativo à abertura da Havan em Pelotas foi o campeão de interações: mais de 3,7 mil.

A julgar pelo fato de que o feed do Instagram está cada vez mais concorrido - tanto para postagens orgânicas quanto para anúncios -, estes números atestam o sucesso da estratégia editorial adotada.

A linha editorial do DP no Instagram

O foco do @DiarioPopular é bastante claro: proporcionar a identificação da população da Zona Sul do Estado com os conteúdos postados. Por isso, as pautas regionais são prioritárias.

Estes conteúdos preferenciais são contemplados nas seguintes editorias, listadas de acordo com o número de posts publicados entre janeiro e julho deste ano (do maior para o menor):

#Colunistas #Cultura #Geral #Pelotas #ZonaSul #EstouNoDP #Pets #Charge

Nem tudo o que é publicado nas versões digital e impressa do DP, ou até mesmo nas demais redes sociais, é postado no Instagram. A curadoria de conteúdos respeita indicativos atualizados sobre as preferências dos usuários desta rede social. O já citado objetivo do nosso perfil no Instagram serve como norte para a curadoria: queremos que o povo da Zona Sul “se veja” nos conteúdos postados.

As stories do DP representam um ponto alto da linha editorial. Sua média de interações no período entre janeiro e julho deste ano foi de 58,28%. Ou seja: mais da metade das publicações nas stories resultou em engajamento por parte do público.

O Instagram é uma rede de pessoas para pessoas. Não foi desenhada originalmente para ser uma plataforma de negócios. As marcas acabaram migrando para lá simplesmente porque não havia escolha, pois, se ficassem de fora, estariam jogando fora a oportunidade de se comunicar com suas audiências em um ponto de contato cada vez mais expressivo.

De modo geral, as pessoas procuram na internet por pelo menos um dos seguintes objetivos: aprendizado (profissional e pessoal), informação e entretenimento. Pode-se dizer que, no Instagram, os dois últimos têm maior apelo.

Esta é uma rede social em que raramente se encontram “textões” ou temas complexos e densos. Os usuários estão lá por outros motivos. Pensando nisso, o DP toma o cuidado de harmonizar seus posts a estas características. Não queremos que os nossos conteúdos pareçam “intrusos” nos feeds dos seguidores.

Nossa abordagem é leve, mas sem deixar de lado as pautas que importam para a região. Tudo se resume a uma boa experiência do usuário: cada post do DP apresenta alguma relevância para o povo da Zona Sul, mas sem roubar as atenções de forma gratuita. Informação com fluidez nos feeds é a nossa meta.

O que vem por aí

Os sinais indicam que o patamar de 100 mil seguidores será atingido mais rápido do que imaginamos. Mas volume por si só não nos interessa. Queremos que cada pessoa que consome nossos conteúdos tenha a certeza de que vale a pena seguir o @DiarioPopular.

Estamos sempre atentos às tendências internacionais e, principalmente, aos sinais emitidos por nossos seguidores. Conteúdos com boa performance irão se multiplicar. Novas editorias serão testadas. Enfim, estaremos em constante movimento.

Pelo menos em um futuro próximo, as pessoas não diminuirão seus ritmos no Instagram. E nem nós.
E você? Já segue o DP no Instagram? Vale cada post e está sempre buscando melhorar.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados