Coronavírus

Final de semana escancara pior momento da região durante a pandemia

Foram seis mortes e recorde em ocupação de leitos UTI

12 de Julho de 2020 - 21h07 Corrigir A + A -
Região teve seis mortes por Covid-19 no final de semana (Foto: Daniela Xu - Epidemiologia - UFPel) (Foto: Divulgação - DP)

Região teve seis mortes por Covid-19 no final de semana (Foto: Daniela Xu - Epidemiologia - UFPel) (Foto: Divulgação - DP)

A Zona Sul vive seu pior momento em relação ao combate à Covid-19 desde que a pandemia teve início. No último final de semana, Pelotas registrou 48 novos casos - 33 apenas ontem -, o sétimo óbito, e o recorde em internações (27) e ocupação de leitos UTI (12). Com mais duas mortes em São José do Norte e três em Rio Grande, foi também o fim de semana com mais perda de vidas para o novo coronavírus na região.

O óbito em Pelotas foi registrado na manhã do sábado. A vítima foi uma idosa, de 71 anos, que estava internada no Hospital Escola da UFPel desde o dia 28 de junho. Em Rio Grande, as três morte em decorrência da pandemia foram de um homem, somando 19 na cidade. No município de São José do Norte, a terceira e a quarta vidas perdidas foram de um homem de 60 anos e uma mulher de 65. Ao somar 35 mortes, a região contabilizou 30 derrotas para o coronavírus desde o dia 12 de junho - uma por dia.

Casos
Com 48 casos registrados entre o sábado e o domingo, Pelotas chegou a 432 casos de Covid-19. Destes, sete morreram, 279 são considerados curados, 133 estão em isolamento domiciliar e 13 passam por internação. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) aguarda ainda 127 análises do Laboratório Central do Estado do Rio Grande do Sul (Lacen/RS).

Entre suspeitos e confirmados, são 27 os internados em hospitais de Pelotas; 22 são moradores da cidade, sendo 13 positivos e nove aguardando resultado. Cinco pacientes estão atualmente em leitos pelotenses de UTI, mas são oriundos de municípios vizinhos - todos possuem o novo coronavírus. Tanto o total de internados, quanto a ocupação das UTIs atingiram no fim de semana números recordes.

Ao todo, a Zona Sul tem 1.282 casos confirmados de Covid-19. Com as atuais 432 confirmações, Pelotas é a segunda cidade com mais registros, atrás de Rio Grande, com 583. São José do Norte soma 81 testes positivos, Canguçu 51 e Santa Vitória do Palmar 40. São Lourenço do Sul (31), Capão do Leão (18), Arroio Grande (11), Piratini (11), Candiota (8), Chuí (8), Pinheiro Machado (4), Jaguarão (3) e Turuçu (1) também têm confirmações.

Bandeiras
Apesar dos números do fim de semana, a prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas (PSDB) afirmou em vídeo que, ao contrário da semana passada, pretende recorrer da bandeira vermelha imposta pelo Governo Estado, pela segunda semana consecutiva, dentro do modelo de Distanciamento Controlado.

A justificativa da chefe do Executivo foi a regra de que, em caso de uma região permanecer por duas semanas na bandeira vermelha, ela automaticamente fica mais sete dias em risco alto. Seriam, então, 21 dias com medidas mais rígidas para o funcionamento das atividades não-essenciais. “Me parece um remédio muito amargo, uma medida muito austera. Talvez um excesso”, comentou.

No caso do Rio Grande, que se colocou em bandeira preta na última semana, o prefeito Alexandre Lindenmeyer (PT) anunciou um regresso à bandeira vermelha - em sintonia, logo, com o restante da região. A justificativa, argumentou, foi o aumento no número de leitos no município.

As 35 mortes por Covid-19 na região
Rio Grande - 19
Pelotas - 7
São José do Norte - 4
Canguçu - 2
Piratini - 1
Santa Vitória do Palmar - 1
São Lourenço do Sul - 1


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados