Agronegócio

Feovelha começa no no final do mês

Com uma série de novidades, 36ª edição da feira busca atrair visitantes de todos os cantos do Estado para Pinheiro Machado

18 de Janeiro de 2020 - 17h34 Corrigir A + A -
Organização da feira espera chegar aos cinco mil animais inscritos (Foto: Divulgação - DP)

Organização da feira espera chegar aos cinco mil animais inscritos (Foto: Divulgação - DP)

Uma das feiras mais tradicionais da Zona Sul do Estado tem início no final deste mês. A 36ª Feovelha começa no próximo dia 30, em Pinheiro Machado, e vai até o dia 2 de fevereiro, com expectativas pelas inovações. A edição deste ano marca uma programação cheia de novidades para os visitantes e com o objetivo da retomada de mercado. Com entradas gratuitas - uma das inovações da edição 2020 - a feira ocorrerá na parque Charrua.

As programações serão extensas nos quatro dias de feira e bem diversificadas. No primeiro dia, os animais que participarão do Rematão, que ocorre no dia seguinte, serão recepcionados até o meio-dia. O julgamento de admissão dos animais ocorre um pouco mais tarde, às 14h. Até o momento, mais de dois mil animais foram inscritos. Segundo o secretário da junta governativa que comanda o Sindicato Rural de Pinheiro Machado, Paulo Roberto Alves, a expectativa é que sejam inscritos cerca de cinco mil ovelhas. Outra inovação é que, pela primeira vez em sua história, a Feovelha terá espaço destinado à agricultura familiar.

Contando com shows, como o cantor nativista Joca Martins, além de encontros de carros antigos e entrega de prêmios, a edição 2020 busca atrair visitantes não só da Zona Sul, mas também do Estado inteiro. "Nossa visão é de otimismo. A equipe é boa, o momento é bom, as coisas estão correndo bem. Temos tudo para ter mais uma edição de sucesso e do tamanho da tradição que a feira sempre teve", diz Paulo Roberto. O evento conta com parcerias de entidades como a Embrapa, Emater e Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul).

Concurso bem gaúcho

Além dos remates e julgamentos e das gineteadas que serão realizadas na feira, outro atrativo é o inédito concurso de churrasco. Promovido pela comissão jovem do Sindicato Rural de Pinheiro Machado, o concurso tem como meta unir todos os elos do setor produtivo, ressaltando a importância de cada um, fomentando e incentivando o consumo de carne ovina legalmente abatida.

No domingo, a partir das 6h, os assadores terão que provar que são especialistas e assar carne de cordeiro. A disputa será composta por dez equipes de no máximo três integrantes. Devem pagar R$ 250,00 à comissão e preencher um formulário para confirmar a inscrição. O concurso receberá inscrições até o dia 26. Demais normas e situações do concurso estão disponíveis na página do facebook da comissão jovem - https://www.facebook.com/comissaojovemsrpm/.

Destaque estadual

Pinheiro Machado é uma das cidades que mais se destacam nos índices de rebanho ovino no Rio Grande do Sul. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em conjunto com a Inspetoria Veterinária de Pinheiro Machado, o município tem o quinto maior rebanho do Estado. No Rio Grande do Sul, Santana do Livramento lidera, com uma criação equivalente a 400 mil ovelhas. Ao todo, o Estado conta com aproximadamente quatro milhões de ovinos.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados