Oportunidade

Exemplo pelotense para o Brasil

Projeto Start é reconhecido nacionalmente por ações voltadas à juventude

12 de Dezembro de 2019 - 22h26 Corrigir A + A -
Projeto pelotense já preparou 310 jovens ao mercado de trabalho (Foto: Michel Corvello - Ascom)

Projeto pelotense já preparou 310 jovens ao mercado de trabalho (Foto: Michel Corvello - Ascom)

O estímulo ao protagonismo juvenil oportunizado pelo Start – projeto do Pacto Pelotas pela Paz – agora também é reconhecido nacionalmente. A iniciativa, que busca combater a violência no município através da capacitação de adolescentes ao mercado de trabalho, formou 310 jovens – destes, 40 já estão empregados. O modelo de Pelotas será conhecido em todo o Brasil graças à conquista do nono lugar do Prêmio de Inovação em Política Públicas para Juventude, organizado pela Secretaria Nacional da Juventude, que divulgou o resultado preliminar nesta quinta-feira (12).

Além de receber o certificado, a iniciativa também passará a integrar a base virtual de dados do Centro de Documentação de Políticas de Juventude, tendo publicadas, pelo governo federal, suas experiências no âmbito do empoderamento juvenil e da prevenção à violência. Quarenta projetos de todo o país concorreram ao prêmio – entre os dez primeiros colocados, cinco são da Região Sul.

Exemplo pelotense para o Brasil

“Este reconhecimento mostra o quanto podemos incentivar e criar políticas públicas para os jovens sem gerar custos significativos aos cofres públicos. O Start, com quase dois anos de trajetória, já é um projeto consolidado que, agora, poderá ser replicado a nível nacional”, afirmou o idealizador da iniciativa, Pablo Salomão, lembrando que a experiência pelotense serviu como inspiração para o RS Seguro, programa de segurança pública do governo estadual. 

O coordenador reforça que as centenas de adolescentes do Sítio Floresta, Areal, Colônia Z3, Getúlio Vargas, Navegantes, Laranjal, Santa Terezinha, Pestano, Centro e Vila Princesa foram preparados para o mercado de trabalho, a partir de oficinas ministradas por profissionais do CIEE e das secretarias municipais de Assistência Social e de Educação e Desporto, além de parcerias com voluntários. 

Salomão salienta que, mais expressivo que o prêmio, é o retorno dado pelos adolescentes que colocam o Start em sua trajetória profissional e veem novas portas se abrir. “Vemos o reconhecimento no brilho do olhar e no sorriso de cada aluno. Isso é o principal”, defendeu. O coordenador enfatiza o interesse de aproximar Pelotas dos outros exemplos gaúchos certificados pela Secretaria Nacional (Caxias do Sul e Tiradentes do Sul), a fim de trocar experiências e aprimorar na cidade o trabalho destinado a transformar vidas.

Mais de 1,3 mil oportunidades

Também concorreu ao prêmio, na categoria Inovação e Empreendedorismo Juvenil, o Banco de Oportunidades, que captou mais de 1,3 mil vagas em cursos, oficinas e Jovem Aprendiz. O Start surgiu a partir dele, considerando a necessidade apresentada pelas instituições parceiras do Pacto de conhecer jovens mais preparados ao primeiro emprego. “Pelotas é hoje referência em políticas públicas para os jovens. A expectativa é de que o projeto cresça e gere, cada vez mais, oportunidades para eles”, frisou Salomão, recordando a criação do Espaço de Referência para Juventude, no Navegantes, inaugurado em junho.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados