Regras

Estabelecimentos são interditados no Centro

Fiscalização do comércio fechou e colocou o lacre de interdição em locais não essenciais que estavam abertos nesta sexta-feira

10 de Julho de 2020 - 15h23 Corrigir A + A -
Estabelecimentos que descumpriram o decreto receberam o lacre de interdição nesta sexta (Foto: Rodrigo Chagas - Ascom)

Estabelecimentos que descumpriram o decreto receberam o lacre de interdição nesta sexta (Foto: Rodrigo Chagas - Ascom)

Fiscalização foi intensificada na região central da cidade (Foto: Rodrigo Chagas - Ascom)

Fiscalização foi intensificada na região central da cidade (Foto: Rodrigo Chagas - Ascom)

Os estabelecimentos comerciais do Centro de Pelotas, de produtos não essenciais, que mantinham as portas abertas ao público, descumprindo as determinações de distanciamento controlado, impostas pela bandeira vermelha, e dos decretos municipais, foram fechados e receberam o lacre de interdição na manhã desta sexta-feira (10). A ação de fiscalização, coordenada pela prefeitura, contou com o apoio da Brigada Militar (BM) e da Guarda Municipal (GM).

Secretário de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGCMU), Jacques Reydams destaca que os objetivos são o impedimento de aglomerações e a redução da propagação do coronavírus.

“Nossa fiscalização está atuante. Pedimos compreensão para que os conflitos sejam evitados. Orientamos para minimizar incertezas e para que as restrições sejam cumpridas. O comércio não essencial estará liberado à retomada das atividades a pleno quando voltar a flexibilização, a partir de uma troca de bandeira que sinaliza o potencial de risco”, explica Reydams.

A chefe do Setor de Obras e Atividades do órgão municipal, Alice Delpino, lembra que, desde terça-feira, quando as restrições passaram a vigorar, os servidores passaram a atuar no sentido de orientar os comerciantes que mantinham a atividade funcionando. “Não surtindo efeito em muitos casos, partimos para uma ação de maior impacto.” 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados