Desenvolvimento

Em busca das metas para esta década

Agenda 2030 foi assinada há cinco anos e estabeleceu 17 objetivos que buscavam assegurar direitos essenciais e reduzir as desigualdades

25 de Setembro de 2020 - 09h10 Corrigir A + A -
Documento visa reduzir as desigualdades sociais existentes no planeta (Foto: Divulgação - DP)

Documento visa reduzir as desigualdades sociais existentes no planeta (Foto: Divulgação - DP)

Há cinco anos, foram assinadas as prerrogativas da Agenda 2030. O documento estabelecia uma série de 17 objetivos que buscavam garantir uma maior igualdade social, baseada no princípio da democratização de direitos como escolaridade, saúde e alimentação saudável. As bases deste acordo foram assinadas por 193 países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU). Cinco anos após esta assinatura, alguns pontos avançaram e outros acabaram comprometidos pela pandemia.

Com o avanço do novo coronavírus, os projetos passaram a concentrar suas atenções para as desigualdades sociais e para a necessidade de alimentação. "A questão da saúde ficou bem evidente e a busca por estes objetivos ganhou mais força com a pandemia", ressalta a coordenadora do Núcleo Regional Sul, que coordena estas mobilizações, Suzana Viegas. Ela ainda pontuou que a pandemia impulsionou várias ações que buscaram possibilitar que todos tivessem uma prevenção mais efetiva contra o vírus.

Outro objetivo que ganhou força com a pandemia foi a erradicação da pobreza. As carências que as pessoas em situação de vulnerabilidade social sofrem com a Covid-19 estimularam ainda mais as ações do movimento. "Esta meta é essencial para a redução das desigualdades sociais. Parece inviável, mas os países mais ricos podem fazer investimentos para erradicar este problema. E estas ações mobilizam também países mais pobres ou em desenvolvimento", afirma a coordenadora. A iniciativa visa a estimular o cumprimento destas metas através de ações coletivas em prol de uma sociedade mais igualitária.

Em junho de 2016 foi realizado o Seminário de Mobilização, em que foram firmados termos de adesão com entidades parceiras da região, como a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A partir da assinatura do documento, foram assumidos os compromissos de conhecer e divulgar os indicadores dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de seu município, bem como integrar a estratégia organizacional das áreas que atuam. Os dados de 2019 apontaram 106 projetos em Pelotas que abrangiam estas metas. Os indicadores de 2020 ainda estão em fase de levantamento. As iniciativas, em sua maioria, estavam direcionadas para saúde, educação e cidade sustentável.

Dentro das ações realizadas pelo Núcleo Regional, aconteceu o Encontro de Gestores Municipais da Região. Em um primeiro momento, a iniciativa buscava a execução de projetos. Entretanto, após uma reflexão entre as entidades, a estratégia mudou. As instituições passaram a buscar a divulgação dos objetivos da Agenda, com a intenção de mobilizar a sociedade civil organizada para aderir a estas medidas. Entre as ações de mobilização, foram realizados dois Workshops, com ênfase nas boas práticas relacionadas à busca pela qualidade da educação, em prol da paz pelas conciliações e do cuidado das bacias fluviais. Em 2030, haverá uma avaliação se estes objetivos foram alcançados.

Outra ênfase deste movimento é o trabalho coletivo. Segundo a coordenação, pequenas ações como ajudar as pessoas a receberem atendimento médico, fornecer alimentação para cidadãos em situação de vulnerabilidade ou procurar proporcionar que se previnam de forma mais eficiente diante da pandemia, são ações que podem influenciar na busca por uma sociedade melhor. "Os objetivos preveem que todos trabalhem e se engajem, é uma responsabilidade de todos nós. É um trabalho conjunto, de todos", enfatiza Suzana. "Acredito que com o país investindo em formação e informação, teremos uma sociedade mais crítica. As pessoas vão ter um nível de educação mais alto".

 

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados