Reinado

Eleita a Corte da Fenadoce 2020

As baronesas escolhidas foram Taila Freitas Xavier, 22; Julia Eisenhardt de Mello, 26, e Driélli da Rosa Lacerda, 26

22 de Novembro de 2019 - 10h35 Corrigir A + A -
Este ano o concurso fez mudanças ao eleger três baronesas, e não mais rainha e princesas, com o objetivo de trabalhar uma retomada da história de Pelotas.(Foto: Rafael Takaki)

Este ano o concurso fez mudanças ao eleger três baronesas, e não mais rainha e princesas, com o objetivo de trabalhar uma retomada da história de Pelotas.(Foto: Rafael Takaki)

As candidatas desfilaram em diferentes trajes durante a noite para o Corpo de Jurados. (Foto: Rafael Takaki)

As candidatas desfilaram em diferentes trajes durante a noite para o Corpo de Jurados. (Foto: Rafael Takaki)

Uma nova corte assume para representar a Fenadoce 2020, que acontece de 29 de maio a 14 de junho, em Pelotas. O processo final de escolha foi realizado na noite dessa quinta-feira (21), em desfile no Centro de Eventos Fenadoce. A nova corte é formada pelas baronesas Taila Freitas Xavier, 22 anos, representando a Authentical Comércio de Semi Jóias; Julia Eisenhardt de Mello, 26 anos, representando a Associação dos Produtores de Doces de Pelotas e Driélli da Rosa Lacerda, 26 anos, que representou a Academia Time Andrade. A finalista que ganhou prêmio de melhor torcida foi Eduarda Venzke Vieira da Cunha e a mais votada pela internet foi Driélli da Rosa Lacerda, com 3,9 mil votos.
 
Este ano o concurso fez mudanças ao eleger três baronesas, e não mais rainha e princesas, com o objetivo de trabalhar uma retomada da história de Pelotas e de seu patrimônio cultural. As três baronesas são o símbolo da Fenadoce, mas também da cidade de Pelotas e de toda sua tradição.
 
As candidatas desfilaram em diferentes trajes durante a noite para o Corpo de Jurados, composto pela pró-Reitora de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Pelotas, Francisca Michelon, gerente do Sesc, Luis Fernando Parada, secretária de Relações Institucionais de Pelotas, Clotilde Victória, diretora-presidente da Biblioteca Pública Pelotense, Lisarb Crespo da Costa, e a delegada da 3° Delegacia de Polícia de Pelotas, Maria Angélica Gentilini da Silva.
 
Desde o início do mês as candidatas passaram por uma série de atividades como palestras, workshops, entrevistas e análise de perfil, sendo acompanhadas de perto pela Comissão de Jurados. Cada fase do concurso teve um peso na nota final. Os jurados levaram em conta desde quesitos como os conhecimentos sobre a história da feira e de Pelotas até a empatia, capacidade de comunicação, relacionamento interpessoal, entre outros.
 
A Corte da Fenadoce 2019, formada pela rainha Kaiana Spiering e as princesas Carolina Ávila e Kathlen Prestes fez sua despedida emocionada.  Enio Lopes, Gestor da CDL Pelotas, e Giorgio Ronna, Secretário Municipal da Cultura de Pelotas, presentearam elas com joias e Adriana Lopes entregou flores.  
 
Sobre a nova corte, Enio Lopes destacou a importância da representação delas para a cidade e para a feira. “Entendemos que a Fenadoce é de todos e representa Pelotas, por isso, mudar o concurso para três baronesas, sem hierarquia, foi uma forma de homenagear as grandes mulheres que representaram a história de Pelotas”.
 
Sobre a Fenadoce
Organizada anualmente pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Pelotas, a Fenadoce conta a trajeto histórico dos doces pelotenses e integra as etnias responsáveis pela cultura doceira na região. Criada em 1986, a feira tornou-se anual a partir de 1988 e é realizada no Centro de Eventos Fenadoce. A Fenadoce 2019 recebeu 246 mil visitantes e contabilizou um volume de mais de 1,3 milhão de doces vendidos. A feira recebeu ainda mais de 900 excursões de todo o país e até mesmo de países vizinhos, além de promover a visita de crianças de escolas da rede pública da região, recebendo mais de 45 mil alunos.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados