Serviço

É tempo de pagar duas contas de água

Em dezembro, como de costume, o consumidor pelotense terá que antecipar a quitação de janeiro do Sanep

25 de Novembro de 2020 - 09h15 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

A cobrança será feita com base no consumo da residência (Foto: Jô Folha - DP)

A cobrança será feita com base no consumo da residência (Foto: Jô Folha - DP)

Como de costume, desde a Lei 3.654 de 1993, o morador de Pelotas não irá receber a conta do Sanep em janeiro, mas sim duas no mês de dezembro. A antecipação ocorre para as contas do ano, no caso 2020, fecharem dentro dos 12 meses. A única alteração é a data do vencimento.

A autarquia explica que a tarifa de dezembro é gerada através da leitura de novembro e a leitura de dezembro gera a tarifa de janeiro, com vencimento em fevereiro. Nesse caso, não existe média de gasto, como ocorreu nos meses de pico da pandemia. A primeira conta terá como dia de vencimento o habitual da casa e a segunda ficará para os últimos dias do mês. “Então, não chega na casa das pessoas conta com vencimento em janeiro, pois ela foi antecipada”, frisa o Sanep, através de sua assessoria de comunicação.

Dessa forma, as contas seguirão tendo sua leitura no mês que antecede o vencimento da conta. A leitura de janeiro, que configura a conta de fevereiro, vencerá em março. E assim até o final do ano, mais uma vez.

A estudante Bruna Orcina, 24, saiu da casa dos pais recentemente e ainda vive uma transição para as organizações das despesas. Ela não sabia da antecipação da conta e a notícia gerou surpresa. “É complicado se organizar com duas contas em um mês e mais o aumento da energia elétrica, previsto para dezembro”, fala. Além disso, ressalta a época do ano, tradicionalmente conhecida por gastos elevados, como as contas de IPTU e IPVA. Para ele, a forma mais útil seria informar o cliente na conta anterior.

Fique atento!

A dica para manter as despesas de final de ano é a organização financeira. Por ser um mês que implica em mais gastos com as comemorações natalinas e virada do ano, além dos impostos anuais, o ideal é reservar um pouco do 13º salário. Desse modo, as despesas seguem em dia, assim como as comemorações.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados