Reformas

Davi Alcolumbre marca promulgação da reforma da Previdência para terça-feira

Reforma foi aprovada pela Câmara dos Deputados em agosto e pretende conter o déficit do setor

08 de Novembro de 2019 - 19h15 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Governo pretende conter o déficit previdenciário com a reforma aprovada no Congresso (Foto: Divulgação - DP)

Governo pretende conter o déficit previdenciário com a reforma aprovada no Congresso (Foto: Divulgação - DP)

O presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, convocou deputados e senadores para uma sessão solene na terça-feira (12), às 10 horas, para  promulgar a reforma da Previdência (Emenda Constitucional 103), oriunda da proposta de emenda à Constituição 6/19.

A Câmara dos Deputados concluiu em agosto a votação da reforma da Previdência. Na nova regra geral para servidores e trabalhadores da iniciativa privada que se tornarem segurados após a promulgação das mudanças, fica garantida na Constituição somente a idade mínima (65 anos para homens e 62 anos para mulheres).

O tempo de contribuição exigido e outras condições serão fixados definitivamente em lei. Até lá, vale uma regra transitória.

O objetivo da reforma, segundo o governo, é conter o déficit previdenciário – diferença entre o que é arrecado pelo sistema e o montante usado para pagar benefícios. Em 2018, o déficit previdenciário total da União, que inclui os setores privado e público mais militares, foi de R$ 264,4 bilhões.

 

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados