De novo!

Corpo de Bombeiros interdita UBS Bom Jesus, em Pelotas

Causa foi um curto-circuito na rede elétrica; avaliação de engenheiro na tarde desta sexta deve indicar quando as atividades serão retomadas

07 de Junho de 2019 - 12h06 Corrigir A + A -

Por: Michele Ferreira
michele@diariopopular.com.br 

Durante a manhã, vários moradores procuraram o local para retirada de medicação, já que a UBS abriga uma das seis farmácias distritais de Pelotas (Foto: Paulo Rossi - DP)

Durante a manhã, vários moradores procuraram o local para retirada de medicação, já que a UBS abriga uma das seis farmácias distritais de Pelotas (Foto: Paulo Rossi - DP)

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Bom Jesus, no bairro Areal, foi interditada pelo Corpo de Bombeiros. Um curto-circuito na rede elétrica na manhã de quinta-feira (6) provocou a medida. Até o momento não é possível afirmar quando as portas voltam a abrir à população. À tarde, após visita de engenheiro eletricista, deve ser anunciada previsão de reabertura. Parte dos atendimentos, como a vacinação, está deslocada para as Unidades Básicas Leocádia e do loteamento Dunas. O fato de a UBS Bom Jesus contar com uma das seis farmácias distritais de Pelotas torna a retomada das atividades ainda mais urgente. A indicação é de que os pacientes que precisam retirar remédios procurem a farmácia distrital da UBS Navegantes ou a Farmácia Central, na rua Professor Araújo.

"Estamos fazendo todo o possível para a comunidade não ficar descoberta", ressalta o gerente de Atenção Básica, Cícero Moraes. Enquanto o Diário Popular esteve no local nesta manhã, vários moradores tentaram retirar medicamentos. Um deles foi a dona de casa Nóris Gonçalves, 57: "Agora vou ter que ver como resolver. Meu remédio da pressão termina hoje; talvez tenha que comprar. Não posso ficar sem", explica, enquanto avalia se irá procurar uma das outras farmácias distritais, devido à distância.
Vinculada ao programa Estratégia Saúde da Família (ESF), a UBS Bom Jesus abrange mais de dez mil pessoas.

Nesta manhã, enquanto o gerente conversava diretamente com moradores, equipes médicas estiveram na Unidade para buscar materiais e manter alguns atendimentos, direto nas residências dos pacientes, como colocação de sondas.

Relembre
Em fevereiro de 2018, a central de alarme e parte das instalações elétricas incendiaram na UBS Bom Jesus, após arrombamento na madrugada do dia 15. O episódio provocou o descarte de materiais, como agulhas, sugadores e anestésicos nos consultórios odontológicos. A fuligem se espalhou por todos os cantos, de prateleiras a gavetas.

Na época, informações extraoficiais davam conta de que dias antes do incêndio, vazamentos de água em outras tomadas do prédio já indicariam problemas na rede elétrica. Um outro curto-circuito também já teria sido registrado na mesma tomada que voltou a dar problema, na Sala da Administração, onde estava instalado o alarme.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados