Pandemia

Confirmados mais dois casos da variante delta do coronavírus no RS

Trata-se de dois adultos, uruguaios que moram em Santana do Livramento, com relação de parentesco com o caso provável identificado pelo Cevs há cerca de 15 dias

29 de Julho de 2021 - 17h41 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

As duas pessoas confirmadas com a delta estão com sintomas leves, sem internação, em isolamento domiciliar (Foto: Divulgação - DP)

As duas pessoas confirmadas com a delta estão com sintomas leves, sem internação, em isolamento domiciliar (Foto: Divulgação - DP)

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) confirmou, nesta quinta-feira (29), mais dois casos de variante delta no Rio Grande do Sul. Os casos foram confirmados após sequenciamento completo realizado pelo governo uruguaio. Trata-se de dois adultos, uruguaios que moram em Santana do Livramento, com relação de parentesco com o caso provável identificado pelo Cevs há cerca de 15 dias, que aguarda confirmação na Fiocruz.

As duas pessoas confirmadas com a delta estão com sintomas leves, sem internação, em isolamento domiciliar. Com essa confirmação, sobe para cinco o número de casos positivos para a variante delta no Estado (os outros três casos são em Gramado e Nova Bassano).

Duas amostras coletadas de familiares dos casos confirmados nesta quinta-feira foram enviadas pela prefeitura de Livramento ao Cevs, onde estão sendo analisadas. Se o sequenciamento parcial apontar a possibilidade de casos de delta, as amostras seguem para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, para confirmação.

Casos de variante delta do coronavírus no Rio Grande do Sul

Santana do Livramento – confirmado por sequenciamento genético completo pelo governo uruguaio.

Santana do Livramento – confirmado por sequenciamento genético completo pelo governo uruguaio.

Gramado – confirmado por sequenciamento genético completo pela Fiocruz.

Gramado – confirmado por sequenciamento genético parcial pelo Cevs e vínculo epidemiológico.

Nova Bassano – confirmado por sequenciamento genético completo pelo Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no Rio de Janeiro.

Gramado – suspeita epidemiológica, aguardando retorno da Fiocruz.

Sapucaia do Sul – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

Sapucaia do Sul – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

Esteio – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

Canoas – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

Alvorada – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

Passo Fundo – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

Esteio – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

São José dos Ausentes – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

Sapucaia do Sul – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.

Santana do Livramento – suspeita por sequenciamento genético parcial pelo Cevs, aguardando retorno da Fiocruz.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados