Pandemia

Centro de triagem é instalado na UPA Areal

Direção da unidade pede que a população só procure atendimento se apresentar sintomas

04 de Agosto de 2020 - 00h26 Corrigir A + A -
Desde o dia 20 de julho, a UPA Areal passou a atender somente a casos de sintomas gripais e respiratórios (Foto: Leandro Lopes - DP)

Desde o dia 20 de julho, a UPA Areal passou a atender somente a casos de sintomas gripais e respiratórios (Foto: Leandro Lopes - DP)

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Areal conta, desde a sexta-feira (31), com um centro de triagem para atender pacientes com síndromes gripais suspeitas para Covid-19. A instalação do contêiner visa evitar o contágio cruzado entre usuários que buscam, por engano, o local para outras demandas, visto que a unidade, atualmente, é referência para receber adultos com possíveis sintomas da pandemia.

Segundo a secretária de Saúde, Roberta Paganini, a triagem é fundamental para evitar a propagação do vírus no município. "Desde o dia 20 de julho, a UPA Areal passou a atender somente a casos de sintomas gripais e respiratórios. Com esse centro, podemos evitar o contato entre os pacientes que ainda buscam a unidade para outro problema de saúde com os suspeitos para coronavírus", destaca.

De acordo com a diretora adjunta da UPA, Odineia da Rosa, é importante que a população se conscientize e procure o local apenas se tiver sintomas gripais moderados e graves. "Se uma pessoa apresentar síndrome gripal leve, ela pode buscar atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência, no turno da manhã. Não deixamos de atender quem procura os serviços na UPA, mas entendemos que isso ajudaria num melhor fluxo de atendimento para todos", afirma.

Atendimentos

Nos últimos cinco dias, a UPA Areal realizou mais de mil atendimentos. Destes, 634 foram para síndromes gripais moderadas e graves e 490 para sintomas leves, que podem ser atendidos em unidade básica, no turno da manhã.

Do total de atendimentos, 425 pacientes, sem sintomas gripais, foram até o local equivocadamente. Em caso de dúvida sobre qual unidade deve ser procurada, a população pode entrar em contato com o serviço de Teleconsulta pelo número 0800 6485 319.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados