Abafamento

Calorão com dias contados

Com final de bloqueio atmosférico, temperaturas serão amenas a partir de quinta-feira

24 de Janeiro de 2022 - 22h22 Corrigir A + A -
 (Foto: Jô Folha - DP)

(Foto: Jô Folha - DP)

Após uma onda histórica de calor que assolou o Estado, considerada a mais quente dos últimos cem anos, as previsões meteorológicas prometem uma alívio nas temperaturas já nesta semana.

O meteorologista da Sigma Meteorologia, Fernando Rafael, explica que o que vinha sendo notado no Sul do Brasil e em parte do Uruguai, e que fez os pelotenses sentirem uma sensação térmica próxima de 50ºC, era um bloqueio atmosférico. "Ele impede o avanço de frentes frias, porque é caracterizado por um padrão no escoamento dos ventos em médios e altos níveis da troposfera", aponta. Este bloqueio trata-se de uma massa de ar seco e quente que impede sistemas frontais de avançarem.

Nos próximos dias, este padrão de bloqueio perderá a intensidade e um sistema de baixa pressão atmosférica, que dá suporte às frentes frias, deverá romper a barreira e trazer temperaturas amenas. A mudança nos termômetros começará a ser notada na quinta-feira, quando a temperatura terá uma queda de 10ºC, se comparada à máxima desta terça-feira.

Uma massa de ar frio também avançará, fazendo com que as temperaturas permaneçam mais baixas. O meteorologista afirma que não há previsão de calor forte - pelo menos até a primeira semana de fevereiro. "Em Pelotas as marcas maiores serão de 29ºC a 30ºC", explica.

A partir de quinta-feira, as mínimas em pontos mais altos da Zona Sul - caso de Herval, Pinheiro Machado, Piratini e Canguçu - devem ficar entre 12ºC e 14ºC, e as máximas chegam a 23ºC e 24ºC. Já em pontos do litoral, como Pelotas, Pedro Osório, São Lourenço do Sul e Rio Grande, serão mínimas de 15ºC a 17ºC e máximas entre 26ºC e 28ºC.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados