Educação no trânsito

Alunos da rede municipal participam de projeto de educação no trânsito

Cerca de 30 alunos da EMEF João da Silva Silveira foram os participantes desta edição

03 de Julho de 2022 - 11h05 Corrigir A + A -
A bordo de miniveículos elétricos, alunos se tornam usuários do trânsito por alguns minutos (Foto: Johny Calegaro)

A bordo de miniveículos elétricos, alunos se tornam usuários do trânsito por alguns minutos (Foto: Johny Calegaro)

Alunos da EMEF João da Silva Silveira, da zona rural de Pelotas, foram os primeiros a participar da retomada das atividades do projeto “O trânsito e eu”, ocorrido na minipista da Ecosul. Cerca de 30 alunos foram recebidos pela equipe do Programa de Redução de Acidentes (PRA) da concessionária para uma aula de educação no trânsito.
Segundo o analista de tráfego da Ecosul, Daniel Correa, as crianças participaram, no auditório da empresa, de um bate-papo sobre o tema. “O nosso incentivo ao trânsito seguro começa desde cedo e nesta conversa abordamos hábitos seguros, como atravessar a faixa de segurança o uso do cinto de segurança e o respeito à sinalização”, detalha.
O projeto tem início dentro das salas de aula, quando os educadores abordam os materiais do projeto de forma lúdica, apresentando noções básicas de segurança e convivência no trânsito. Com a lição dada na escola, as crianças passam para etapa prática.
A bordo de miniveículos Kwid elétricos eles trafegam por uma minicidade como usuários do trânsito por alguns minutos. “Nas visitas os alunos ampliam as lições teóricas, vivenciando diferentes situações práticas.”, destaca Daniel. A parceria com o a Prefeitura Municipal de Pelotas, através da secretaria de Educação, se estende para outras escolas da rede.
O projeto
O projeto “Educação infantil no trânsito”, foi lançado em 2008, durante a Semana Nacional do Trânsito. Ao longo dos seis anos iniciais, cerca de seis mil alunos e mais de 60 escolas de Pelotas e região participaram da iniciativa que tinha foco em crianças entre 4 e 9 anos. Desde 2015 a parceria com o Instituto Renault trouxe uma minicidade e os carros elétricos, ampliando a ideia de educar e conscientizar os futuros motoristas para que sejam multiplicadores das boas práticas no trânsito.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados