Música

Alunos da Orquestra Estudantil Municipal participam de festival on-line

Festival Internacional de Música em Casa reúne músicos, professores e estudantes de todo o Brasil e do exterior

30 de Junho de 2020 - 18h23 Corrigir A + A -
Ensaios são realizados virtualmente (Foto: Reprodução)

Ensaios são realizados virtualmente (Foto: Reprodução)

O Festival Internacional de Música em Casa (Fimuca), promovido pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é um festival on-line de música erudita, com a participação de mais de 200 professores e cerca de 16 mil alunos. O evento, que ocorre de 29 de junho até 3 de julho, conta com a participação da Orquestra Estudantil Municipal (OEM) de Pelotas.

“Seguimos com os ensaios on-line, e toda oportunidade de cursos, formações pela internet, oferecidas pelas universidades, estamos aproveitando, e incentivo sempre os alunos a participar”, conta a professora Lys Ferreira, regente da Orquestra Estudantil Municipal.

Para os alunos de música o Fimuca oferece classes de composição, regência, canto, piano, harpa, violão, cordas, madeiras, metais e percussão. Concertos via transmissão ao vivo pela internet e mesas-redondas com discussões específicas da área completam a programação do evento. 

 

Apoio para os ensaios on-line

A Orquestra, por contar com a participação de alunos de diferentes realidades sociais, enfrenta um desafio para continuar com seus ensaios on-line durante a pandemia do novo coronavírus, que exige medidas de isolamento social e a suspensão das aulas presenciais. “Nem todos têm uma internet de qualidade, ou mesmo um computador ou celular adequados para acompanhar as videoaulas, produzir os vídeos dos seus ensaios, e mesmo participar de festivais on-line”, conta a professora.

Empresas e pessoas da comunidade que tiverem interesse em ajudar com a doação de equipamento de informática, como computador, notebook ou celular, mesmo que usado, mas que esteja em condições de uso pelos alunos, podem entrar em contato pelo e-mail orquestraestudantilmunicipal@gmail.com, ou pelo telefone (53) 9.8116-1619 (WhatsApp). 

A Orquestra

Fundada em maio de 2018, a Orquestra Estudantil Municipal (OEM), projeto desenvolvido pela prefeitura de Pelotas via Secretaria de Educação e Desporto (Smed), oportuniza aos estudantes da rede municipal de ensino de Pelotas um contato com a música erudita. Em pouco mais de dois anos de trajetória o grupo já se apresentou em locais como a Feira do Livro e o Festival Internacional Sesc de Música. Parte dos instrumentos utilizados no projeto foram adquiridos pela prefeitura, outros são de propriedade dos próprios integrantes ou oriundos de doações da comunidade.

A Orquestra, atualmente com 70 alunos participantes, é regida pela professora Lys Ferreira, licenciada em Música pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), que ministra as aulas de percussão, contrabaixo, violino, teclado, violão e flauta doce. 

Os ensaios semanais ocorriam presencialmente na Estação Ferroviária de Pelotas, no Largo de Portugal, nº 37. Com a pandemia do novo coronavírus o grupo mantém contato por meio de videoconferências e grupos de bate-papo nas redes sociais. As aulas virtuais, mesmo que a distância, e os treinos em casa, têm auxiliado os alunos a passar por esse momento de distanciamento social - as aulas presenciais estão suspensas desde março. 

“Nossas aulas on-line, por meio de vídeos, acompanhamento via WhatsApp, são um desafio maior para os alunos que ingressaram na Orquestra em março deste ano, e estão tendo sua iniciação na música erudita direto nessa nova realidade, das aulas virtuais”, conta Lys.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados