Saúde

A pandemia acabou?

Mesmo após retornar para bandeira laranja, aglomerações marcam o final de semana em Pelotas em um momento de crescente de casos

24 de Outubro de 2020 - 08h12 Corrigir A + A -
Aglomerações são comuns na cidade, mesmo o município tendo ultrapassado a marca de cinco mil casos (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Aglomerações são comuns na cidade, mesmo o município tendo ultrapassado a marca de cinco mil casos (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Pelotas ultrapassou essa semana os cinco mil casos confirmados e chegou a 151 óbitos por coronavírus nesta sexta-feira. O município confirmou ainda 34 pacientes em leitos exclusivos. O aumento nestes índices fez com que a cidade retornasse à bandeira laranja no mapa de distanciamento controlado do governo do Rio Grande do Sul na última semana. Mesmo diante deste cenário, a sensação de quem caminha nas ruas é de que a pandemia acabou e que não há mais restrições para circular. Uma falta de consciência coletiva que pode aumentar ainda mais este período de restrições, longe de uma vida considerada "normal".

Nos principais pontos da cidade, como a praia do Laranjal, Museu da Baronesa, praças, parques e outras localidades, os finais de semana têm sido de aglomerações e de circulação de um grande número de pessoas. Muitas delas, sem máscara. No centro, é comum ver pessoas transitando sem proteção, o que facilita a disseminação do vírus. "As pessoas estão se arriscando em um momento que não devem se arriscar. Entendo as pessoas que estão cansadas de estar em casa e o clima está mais propício para que saiam pra rua, mas é preciso fazer isso com cuidado", destaca a secretária de saúde, Roberta Paganini. Ela ainda reforça que o risco de sair de casa sem cumprir os protocolos de saúde, como o distanciamento, pode elevar o número de internações e óbitos.

Os descumprimentos dos protocolos de saúde têm refletido nas multas aplicadas pelo município. Até o último dia 9, foram registradas 1.458 infrações em Pelotas. Destas, 824 pessoas foram autuadas por participar de aglomeração sem utilizar máscara de proteção, outras 502 foram multadas por participar de aglomeração e 132 por não utilizar máscaras. "As infrações classificadas como graves têm tem sido a de maior ocorrência por ocorrer em festas, por exemplo. Muitas vezes, acontece com grande número de pessoas, o que faz com que esse tipo de infração seja a mais registrada. As forças policiais têm o dever de fazer cumprir as regras. Assim como várias instituições que participam do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, nosso dever é zelar pelo efetivo cumprimento das regras estabelecidas", aponta o secretário de Segurança Pública, Samuel Ongaratto.

Pelotas segue registrando internados por Covid-19 nos indicadores que medem os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), assim como óbitos. Esta crescente preocupa o poder público e, em caso de agravamento do contexto sanitário, pode acarretar na utilização de medidas mais rígidas. Depois de voltar para a classificação de risco médio no mapa de distanciamento controlado do Governo do Estado, não está descartada a confirmação de novas medidas restritivas mais incisivas. "Se o número de casos confirmados, internações e óbitos diários aumentarem, ficaremos em bandeiras que trazem protocolos mais rígidos. Teremos que tomar as mesmas atitudes que foram tomadas antes para conter esta disseminação", explica a secretária.

Operações integradas

Para fazer cumprir os protocolos de saúde e fiscalizar esta adesão, as operações integradas têm ocorrido com foco nas denúncias e nos locais em que se verificam aglomerações e o descumprimento das medidas protetivas determinadas nos decretos. "As forças de segurança do município têm trabalhado muito na conscientização da população, na fiscalização, na orientação e na distribuição de máscara para as pessoas. Quando não cabe outra medida, acaba fazendo a autuação", explica Ongaratto. Ele ainda pontuou que os efetivos de segurança se reúnem semanalmente para discutir as ações e cada operação é planejada individualmente. Nas últimas semanas, as operações integradas estão sendo intensificadas aos finais de semana para coibir aglomerações e o não uso de máscara de proteção.

Confira o panorama na região

Município Casos / Óbitos *

Pelotas 5.084 / 148
Rio Grande 4.470 / 132
Capão do Leão 493 / 13
São José do Norte 706 / 12
São Lourenço do Sul 287 / 8
Canguçu 304 / 8
Pinheiro Machado 104 / 6
Pedro Osório 91 / 5
Morro Redondo 55 / 4
Santa Vitória do Palmar 443 / 4
Santana da Boa Vista 27 / 3
Jaguarão 196 / 3
Herval 83 / 2
Arroio Grande 136 / 1
Candiota 91 / 1
Piratini 56 / 1
Amaral Ferrador 42 / 1
Chuí 26 / 0
Cerrito 35 / 0
Arroio do Padre 9 / 0
Pedras Altas 2 / 0
Turuçu 32 / 0
Total 12.772 / 352

* Informações com base nos boletins divulgados até 19h30min de ontem


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados