Eventos

A nova realidade das feiras de ovinos

Pinheiro Machado, Herval e Jaguarão tiveram que adaptar as tradicionais exposições; Feovelha abre as programações na região

21 de Janeiro de 2021 - 08h40 Corrigir A + A -
Eventos vão seguir os protocolos de saúde (Foto: Divulgação - DP)

Eventos vão seguir os protocolos de saúde (Foto: Divulgação - DP)

Remates serão transmitidos ao vivo por plataformas digitais (Foto: Divulgação - DP)

Remates serão transmitidos ao vivo por plataformas digitais (Foto: Divulgação - DP)

Com feiras tradicionais no ramo da ovinocultura, a Zona Sul precisou se adaptar à nova realidade para não cancelar os eventos. As programações, que antes contavam com shows e apresentações culturais, agora estarão concentradas através de transmissões ao vivo nas redes sociais. Quem abre as atividades é Pinheiro Machado, com a conhecida Feira e Festa Estadual da Ovelha (Feovelha). Em seguida, a Expofeira de Herval e depois a Exposição Estadual de Ovinos Meia Lã de Jaguarão.

A Feovelha, promovida pelo Sindicato Rural de Pinheiro Machado, chega a sua 37ª edição. O evento está marcado para ocorrer de 28 a 30 de janeiro, no Parque Charrua. A Junta Governativa garante que está correndo contra o tempo para que tudo saia como o esperado. “Sabíamos que estávamos diante de grandes desafios quando decidimos colocar nosso nome à disposição para ocupar os cargos: a realização de uma das maiores feiras de ovinos do Estado e essa pandemia”, disse o presidente, Heber Farias. Em razão da pandemia da Covid-19, a edição deste ano não contará com programação paralela e cultural. O formato presencial seguirá todos os protocolos de saúde, mas além da presença, o Sindicato Rural também está organizando as transmissões ao vivo dos remates e julgamentos.

Até esta quinta-feira (21) estão abertas as inscrições para as exposições de animais na 37ª Feovelha. O prazo vai até as 16h e as inscrições são realizadas somente através do site da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco). Também estão abertas as inscrições para animais que participam do tradicional rematão. As informações, bem como efetivação das inscrições, são diretamente com o escritório Pioneiro Remates. A comercialização de ovinos do rebanho geral tem início logo após a abertura oficial da feira. Sobre a programação virtual, os remates serão todos transmitidos pelo YouTube do Sindicato Rural de Pinheiro Machado e pelo Facebook da Feovelha. A transmissão dos julgamentos fica sob a responsabilidade de cada raça, o Facebook da Feovelha compartilhará o link.

Em Herval

A 43ª Expofeira Ovinos de Verão do município ocorrerá entre os dias 3 e 7 de fevereiro. Conforme explica o presidente do Sindicato Rural de Herval, Conrado da Silva, o festejo deste ano precisou ser modificado. “Estamos preparando para fazer algo restrito ao trabalho”, disse, completando que também será um evento direcionado a comercialização dos animais. Sem shows e apresentações diversas e com restrição de público no local, o presidente informa que tudo será transmitido virtualmente pelo canal do YouTube do sindicato.

Para Herval, a festa representa a tradição que a cidade sempre carregou quando o assunto é a ovinocultura. “Significa fonte de renda para muitos, principalmente para as pequenas propriedades” disse Silva. Ele lembra que antigamente os ovinos eram a principal fonte de trabalho e de dinheiro das grandes estâncias, mas, hoje, representa todo produtor da Sentinela da Fronteira.

Em Jaguarão

Para encerrar as programações da Zona Sul, Jaguarão apresenta a 48ª Exposição Estadual de Ovinos Meia Lã nos dias 27 e 28 de fevereiro, no parque de exposições do Sindicato Rural de Jaguarão. O presidente, Hélio Affonso, adianta que o evento contará com a exposição de cerca de 80 borregos, entre todas as raças. “Os remates em torno de 80 reprodutores e 900 fêmeas à venda”, completou.

O encarregado das vendas é o escritório Rural Tarumã e as inscrições podem ser feitas diretamente pelo site da Arco. “É a mostra de ovinos mais antiga do Estado, quase meio século”, disse, orgulhoso. Lá, o público também precisará ficar de fora do festejo. A feira ficará aberta apenas para expositores e produtores interessados, pois a intenção é barrar a contaminação da Covid-19. Porém, quem quiser acompanhar a tradicional festa poderá fazer isso através do canal do YouTube da TV Rural Tarumã.

A contribuição da Arco

A gerente administrativa da Associação, Lorena Garcia, explica que a Arco participa dessas três feiras - e de várias outras espalhadas pelo Brasil - através da homologação e do julgamento dos animais. “É uma participação genérica e efetiva”, apontou. Como os animais que participam precisam ser registrados, a participação da Associação se torna indispensável.

Pela Emater

A regional de Pelotas envolve 22 municípios. Entre eles, Pinheiro Machado, Herval e Jaguarão, há 6.808 ovinocultores e o rebanho chega a 574.766. Desse, 440.031 são fêmeas. Além disso, 55,58% dos produtores utilizam o ovino para produção de carne e 44,42% para produção de lã.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados