Educação popular

200 oportunidades para ingressar no Ensino Superior

Desafio Pré-Universitário Popular está com inscrições abertas até o dia 29

19 de Fevereiro de 2020 - 08h52 Corrigir A + A -
Natália estudou no Desafio no último ano e é caloura da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas (Foto: Infocenter DP)

Natália estudou no Desafio no último ano e é caloura da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas (Foto: Infocenter DP)

O curso que aprova quem o sistema reprova: esse é o lema do Desafio Pré-Universitário Popular, projeto de extensão da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Com 27 anos de história, o curso pré-vestibular gratuito já aprovou centenas de estudantes que ingressaram no Ensino Superior. E agora está com inscrições abertas, até o dia 29, para 200 vagas na modalidade extensivo, com aulas gratuitas com foco no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Programa de Avaliação da Vida Escolar (Pave/UFPel).

No último ano, 250 vagas foram abertas para as turmas de ensino extensivo e intensivo, nos turnos da tarde e noite, com foco em pessoas em situação de vulnerabilidade social. Entre as primeiras listas de aprovados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para os cursos da UFPel já aparecem o nome dos alunos do projeto. A estimativa é que cerca de 20 estudantes já realizaram a matrícula na Universidade. Além dos ingressantes via Pave, como é o caso da Natália Fagundes, 19, aprovada em Medicina.

Ansiosa para conhecer os corredores da Leiga, prédio onde fica a Faculdade de Medicina da UFPel, a estudante vê o projeto como uma oportunidade para conhecer outras realidades, além de reforçar os conteúdos para os vestibulares. "Eu estudava de noite junto de pessoas de várias idades, muitas trabalhavam durante o dia e estavam lá sempre empenhadas. É um lugar para sair da tua bolha social", lembra.

A caloura estudou em escola pública durante o Ensino Fundamental e ingressou no Instituto Federal Sul-riograndense (IFSul) no nível Médio. Já formada em Comunicação Visual, focou os estudos na aprovação pelo Pave. O vestibular é uma porta de entrada na UFPel ofertado para os estudantes durante os três anos do nível Médio. O Desafio Pré-Universitário Popular passou a incluir os conteúdos da prova no último ano. "O projeto é muito importante. Dá vontade de voltar ao Desafio e ajudar a equipe futuramente", ressalta.

Assim como com a Natália, o projeto foi um divisor de águas na trajetória de Vitor Sousa, 24, estudante de História. Há mais de dois anos ele é um dos educadores voluntários do Desafio. "O projeto foi a minha maior motivação para seguir no curso. É fenomenal a experiência de ser professor", conta. O projeto de extensão é composto por mais de 70 colaboradores e voluntários, alunos de graduações e pós-graduações da UFPel. "Já encontrei com ex-alunos que decidiram o curso por causa das aulas comigo. Isso dá mais sentido à vida", completa.

Novidades para 2020

Neste ano o Desafio vai mudar de sede, do Campus Salis Goulart vai para o bairro Porto, no Anglo. "Agora teremos um espaço em um prédio que é de propriedade da UFPel", explicou a coordenadora do projeto de extensão, Nóris Leal. Junto dos demais alunos da instituição, os estudantes do Desafio terão a oportunidade de experienciar ainda mais a Universidade. Além disso, a coordenação também está em tratativas para que os estudantes do projeto tenham acesso à biblioteca do campus e aos ônibus de apoio, transporte gratuito para a comunidade acadêmica.

Ano passado, a preocupação do projeto foi com as medidas do Ministério da Educação (MEC) em relação às universidades federais. Apesar do contingenciamento de verbas e corte de bolsas de pesquisa, ensino e extensão, o Desafio seguiu como prioridade na UFPel. "Conseguimos manter as nossas bolsas e benefícios e, agora, conquistamos um novo espaço. Seguimos com o nosso objetivo de formar um aluno cidadão", afirmou a coordenadora.

Inscrições

Pessoas em situação de vulnerabilidade social e ou integrante do Cadastro Único para Programas Sociais podem se inscrever no projeto. As vagas são para o módulo extensivo nos turnos vespertino e noturno, com duração até a realização do Enem 2020. Os candidatos devem se inscrever no formulário online, disponível na página do Facebook do Desafio e no site da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (PREC), e levar a documentação comprobatória na sede do projeto.

Mesmo com a mudança de local, as inscrições serão realizadas no Salis Goulart, localizado na rua Tiradentes, 2351 - esquina com Félix da Cunha. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 10h às 20h. Outras informações podem ser obtidas no (53) 3229-3640. A divulgação do resultado final do processo está previsto para o dia 20 de março.

Documentos para inscrição
- Documento de identificação com foto (RG, Carteira Nacional de Habilitação, passaporte ou Carteira de Trabalho e Previdência Social)
- CPF
- Atestado de matrícula do último ano do Ensino Médio ou certificado de conclusão, para comprovar egresso da rede pública
- Comprovante de bolsa em escola particular, em caso de alunos bolsistas

Documentos para comprovação da renda
- Carteira de trabalho (assinada ou não) ou contracheque
- Declarações de Imposto de Renda por Pessoa Física (IRPF), acompanhadas do recibo de entrega à Receita Federal
- Em caso de aposentados ou pensionistas, apresentar extratos mais recentes do pagamento de benefício
- Em caso de serviço autônomo, o projeto disponibiliza um termo próprio de declaração


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados