Inauguração

139 anos de história

Inaugurado hoje, o Departamento Cultural traz à população a importância do Clube Caixeiral para Pelotas

13 de Setembro de 2018 - 20h30 Corrigir A + A -
Marilú Duarte e Victor Hugo Siqueira falaram sobre a importância do Departamento. (Foto: Paulo Rossi - DP)

Marilú Duarte e Victor Hugo Siqueira falaram sobre a importância do Departamento. (Foto: Paulo Rossi - DP)

Uma cerimônia realizada na tarde de hoje marcou a inauguração do Departamento Cultural do Clube Caixeiral de Pelotas, que integra o projeto "Arte, Cultura e Socialização". O objetivo é mostrar à comunidade a importância da instituição no desenvolvimento da cidade. Atividades mensais promovendo a inclusão serão feitas no local.

O Clube Caixeiral é um dos mais antigos em funcionamento no Brasil. Para resgatar e preservar seu legado, a diretoria da instituição teve a ideia de criar o Departamento Cultural. O presidente Victor Hugo Siqueira explica que o Caixeiral agora é o primeiro clube social a possuir o setor. "É uma grande história", afirmou. Marilú Duarte é escritora e faz parte da Diretoria Executiva. Ela já dirigiu a Casa de Cultura Pompílio Neves de Freitas, em Jaguarão, e atualmente é vice-presidente da Academia Sul-Brasileira de Letras. Por possuir um grande conhecimento em relação à cultura, foi a responsável pela fundação.

O Departamento Cultural surge para trazer conhecimento acerca do clube. Segundo Marilú, através dos jovens, ocorrerá a "reestruturação do passado em uma versão mais real". Unir as entidades e promover a inclusão também é uma das metas. Escolas especiais serão convidadas a participar de atividades, realizadas a cada mês com psicólogos e médicos. A próxima instituição a ser chamada é a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). "Diferenças existem só dentro da gente mesmo", resumiu.

Entre os convidados na inauguração estavam os membros do Lions Clube Pelotas, parceiros do Caixeiral, a presidente do Centro Literário Pelotense (Clipe), doutora Marísia Vieira, a presidente da Academia Pelotense de Letras, Zênia de León, o presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Pelotas, Gilberto Demari Alves, e o Tenente Coronel Raul José. O vice-prefeito da cidade, Idemar Barz, representou a prefeita Paula Marcarenhas. Participaram ainda alunos e direção da Escola Especial Professor Alfredo Dub.

Homenagem
A Alfredo Dub foi homenageada durante a cerimônia. Diretores do colégio e aproximadamente 30 alunos, dos mais de 70 que atualmente estão matriculados, estiveram presentes. No dia 27 deste mês a instituição completa 69 anos, sendo considerada a mais antiga do Rio Grande do Sul a atuar na educação de surdos. A diretora Fabiane Carvalho ressalta a importância de participar de um evento cultural como o de hoje. No dia 26 de setembro se comemora o Dia Nacional do Surdo e, para Fabiane, a homenagem garante uma visibilidade maior e necessária. "É uma gratificação muito grande."


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados