Gauchão 2019

Xavante perde no Beira-Rio

Brasil leva 1 a 0 do Internacional e segue sem vencer na competição

04 de Fevereiro de 2019 - 23h13 Corrigir A + A -

Por: Henrique Risse
esporte@diariopopular.com.br 

Carlos Eduardo teve grande atuação em Porto Alegre. (Foto: Ricardo Duarte - Inter)

Carlos Eduardo teve grande atuação em Porto Alegre. (Foto: Ricardo Duarte - Inter)

O plano quase deu certo. Fechado, o Brasil segurou o Internacional por mais de 70 minutos nesta segunda-feira (4) no estádio Beira-Rio e até teve suas chances de matar o jogo. Só que aos 30 minutos do segundo tempo Rodrigo Moledo fez o gol que garantiu a segunda vitória colorada no Campeonato Gaúcho. O Xavante, por sua vez, segue sem vencer na competição.

Sem pontuar em Porto Alegre, o time rubro-negro permanece no 11º lugar com apenas três pontos em cinco partidas. Enquanto o Inter chegou aos sete pontos e ocupa agora a 5ª posição na tabela. As duas equipes voltam a campo no próximo domingo. O Brasil recebe o Aimoré, no Bento Freitas, e o colorado visita o Juventude, no Alfredo Jaconi.

"Nós tínhamos uma proposta definida, que era encurtar o espaço no nosso campo e tentar encaixar um contra-ataque. Obviamente que você acaba sofrendo uma pressão e lá na frente vai ter duas ou três chances, e você tem que fazer, e nós não fizemos. A equipe lutou, cumpriu à risca o que se pediu, e o resultado poderia ter sido outro", analisou o técnico Paulo Roberto Santos.

Sem poder contar com Diogo Oliveira, suspenso, o treinador resolveu montar um meio-campo mais marcador. Sousa foi o escolhido para ajudar Washington e Leandro Leite na tarefa de segurar o ataque do Internacional. Bruno Paulo, cotado para ser titular, ficou de fora da partida devido uma amigdalite.

A formação inicial indicava um Brasil todo fechado na defesa, e na prática foi isso mesmo o que aconteceu. O Internacional tomou conta do jogo e só não abriu o placar no primeiro tempo porque Carlos Eduardo fechou o gol.

O camisa 1 brilhou pela primeira vez aos 14 minutos, ao defender a finalização de Tréllez. Na sequência, contou com a sorte, quando o chute de D'Alessandro explodiu no travessão. Rodrigo Moledo marcou no rebote, mas o zagueiro colorado estava impedido. Pouco depois, aos 17, Iago chegou livre pela esquerda e Carlos Eduardo salvou novamente.

Sem marcar, o Inter foi se irritando com a marcação do Brasil e o ímpeto ofensivo diminuiu. Quando voltou a pressionar, quase foi fatal. Aos 32 minutos, Neilton deixou Edenílson na cara do gol, mas Carlos Eduardo salvou. No minuto seguinte, Iago chegou antes do goleiro e colocou para o meio da área. Tréllez estava pronto para marcar quando Heverton apareceu para salvar a pátria rubro-negra.

Segundo tempo
O Brasil seguiu bem postado defensivamente e até levou perigo ao gol de Marcelo Lomba. Aos 12 minutos, Ricardo Luz cobrou a falta, Bruno afastou mal e a bola pegou no travessão. Cinco minutos depois veio a primeira grande chance: Daniel Cruz avançou pela ponta direita e cruzou por baixo, Douglas Baggio chegou de carrinho e quase mandou para o gol. A segunda aconteceu aos 27. Sousa ficou com a sobra na grande área e chutou pela linha de fundo.

Perder gols contra times desse tamanho geralmente tem um preço e o Brasil acabou pagando muito caro pouco depois. Aos 30 minutos, D'Alessandro cobrou falta na barreira, Rodrigo Dourado pegou o rebote e bateu para o gol. Carlos Eduardo não conseguiu segurar e Rodrigo Moledo estava lá para tirar o zero do placar.

O gol tirou um peso das costas do Internacional, que conseguiu administrar o resultado sem sofrer sustos. Apesar da luta até o final, o xavante acabou derrotado por 1 a 0 e segue sem vencer no Campeonato Gaúcho 2019.

Ficha técnica:
Internacional - Marcelo Lomba; Bruno (Zeca), Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson e D'Alessandro; Neilton (Sarrafiore), Nico López e Tréllez (Pedro Lucas); Técnico: Odair Hellmann.
Brasil - Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo, Heverton e Bruno Santos; Leandro Leite, Washington (Boquita), Sousa, Douglas Baggio (Fernandinho) e Branquinho; Michel (Daniel Cruz). Técnico: Paulo Roberto Santos.
Árbitro: Leandro Vuaden.
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados