Série B

Vitória maiúscula

Internacional faz 3 a 1 no Cruzeiro e sobe na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

12 de Maio de 2019 - 19h13 Corrigir A + A -
Guerrero marca o quinto com a camisa do Inter. Foto: Ricardo Duarte/AI INTER (Foto: Divulgação - DP)

Guerrero marca o quinto com a camisa do Inter. Foto: Ricardo Duarte/AI INTER (Foto: Divulgação - DP)

Um resultado importante para subir na tabela do Campeonato Brasileiro e embalar de vez na temporada. Diante de um tradicional adversário, o Internacional alcançou mais uma vitória ontem, no Beira-Rio, com atuação convincente. Pelo placar de 3 a 1, o time treinado por Odair Hellmann venceu o Cruzeiro pela quarta rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Nonato, Paolo Guerrero e Rodrigo Moledo, enquanto Dedé marcou o único do time mineiro.

O técnico Odair Hellmann teve algumas baixas no plantel para montar o time neste duelo. O volante Rodrigo Dourado e o meio-campista Patrick, além do zagueiro Emerson Santos, lesionados, ficaram de fora. Assim, Rodrigo Lindoso e Nonato ganharam vaga no meio de campo colorado.

Com apenas um minuto de jogo, o Cruzeiro levou perigo. Fred foi lançado pelo lado direito e ajeitou para a chegada de Thiago Neves, que bateu de primeira no canto oposto. A bola passou perto da trave. A resposta colorada veio aos 17 minutos em jogada de Nico López, derrubado na entrada da área. Na cobrança, D'Alessandro cobra com perigo sobre a meta do goleiro Fábio.

Aos 20 minutos, Jadson assustou Marcelo Lomba, em chute que tirou tinta da trave. Aos 31 minutos, os donos da casa inauguraram o placar. Paolo Guerrero bateu falta da intermediária, a bola desviou na barreira, bateu na trave e voltou para o meio-campista empurrar de cabeça para o fundo do gol.

A vitória parcial durou pouco. Aos 35min, Thiago Neves cobrou falta na direção da área colorada e Dedé completou para as redes. O Inter tentou ir para o intervalo à frente do placar. Aos 45 minutos, Nico López recebeu bom passe de Iago dentro da área e chutou de primeira. A bola bateu na rede pelo lado de fora e assustou Fábio.

O segundo tempo começou com pressão dos colorados. Aos três minutos, Guerrero recebeu passe por cima da marcação e girou para pegar de primeira, mas a bola caprichosamente se perdeu pela linha de fundo. Aos seis, Fábio fez grande defesa em cabeçada para baixo de Guerrero.

O ritmo do ataque foi recompensado aos 10 minutos. Guerreiro, desta vez, não perdoou. Após um verdadeiro bombardeio colorado na área cruzeirense, no quarto chute na mesma jogada, a bola se ofereceu para o camisa 9 na risca da pequena área, que bateu para baixo, sem chances para Fábio.

O Internacional continuou em cima. Aos 15 minutos, Cuesta lançou para Nico López, que bateu mesmo sem ângulo e levou perigo. Aos 20 minutos, D'Alessandro cobrou pênalti para fora, desperdiçando a chance de marcar o terceiro.

Aos 37 minutos os colorados mataram o jogo. Rafael Sobis bateu falta de muito longe, a bola pegou um lindo efeito e explodiu no travessão. No rebote, Rodrigo Moledo estava lá para empurrar para o fundo do gol.

Foi o primeiro jogo de uma sequência de três dentro do Gigante. Com o resultado, o Colorado chegou aos seis pontos somados na competição. O próximo desafio será no domingo que vem, diante do CSA, também no Estádio Beira-Rio. Depois disso, o Inter recebe o Paysandu, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Ficha Técnica
Internacional - Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson,
Nonato (Guilherme Parede), D'Alessandro (Rafael Sobis) e Nico López; Paolo Guerrero (Sarrafiore). Técnico: Odair Hellmann.

Cruzeiro - Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Dodô; Romero, Lucas Silva, Pedro Rocha (Rodriguinho), Thiago Neves e Jadson (David); Fred (Sassá). Técnico: Mano Menezes. 

Local: estádio Beira-Rio
Arbitragem: Raphael Claus


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados