Copa América

Vitória e preocupação

Brasil vence Catar por 2 x 0 em amistoso em Brasília, mas Neymar deixa o campo lesionado

05 de Junho de 2019 - 23h48 Corrigir A + A -

Agência Brasil

Richarlison abriu o placar e participou do segundo gol do Brasil (foto: Mowa Press)

Richarlison abriu o placar e participou do segundo gol do Brasil (foto: Mowa Press)

A seleção brasileira de futebol venceu o Catar no amistoso disputado na noite desta quinta-feira (5) em Brasília por 2 x 0, mas teve Neymar saindo do campo com uma contusão no tornozelo ainda no início do primeiro tempo. 

O Brasil começa o jogo com marcação forte, tentando recuperar a bola no campo de ataque, dominou toda a partida e teve mais tempo de bola e mais chances de gol.  Aos 16 minutos do primeiro tempo, Richarlison marcou de cabeça após um levantamento de Daniel Alves.

Aos 17 minutos, Neymar deixou o campo com dores no tornozelo direito depois de pisar em falso após uma dividida. Ele foi para o banco, deixou o campo com gelo no pé direito e foi direto para o vestiário. O craque foi substituído por Everton. 

O segundo gol saiu aos 23 minutos, também no primeiro tempo. Richarlison serviu Gabriel Alves que tirou de Al-Sheeb e marcou.

Nos acréscimos do segundo tempo, aos 49 minutos, o juiz marcou pênalti para o Catar após consultar o VAR (Árbitro assistente de vídeo) para analisar um lance em que Abdulsalam recebeu e Ederson caiu e tocou na bola. Khoukhi cobrou, mas acertou o travessão do gol de Ederson, confirmando a vitória do Brasil por 2x0.

A seleção disputou o amistoso em Brasília com 20 atletas. Roberto Firmino e Alisson, do Liverpool da Inglaterra, só vão se apresentar na quinta-feira (6), em Porto Alegre. O goleiro Cássio, que participou pelo Corinthians da partida contra o Flamengo, na noite de terça-feira (4), vai se integrar à delegação hoje e ficará no banco de reserva.

O Brasil disputa seu segundo amistoso contra Honduras no dia 9, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

A estreia da Seleção Brasileira na Copa América será no dia 14 de junho, contra a Bolívia, no Estádio do Morumbi, em São Paulo.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados