Radical

Velocidade agita Laranjal

Público prestigia a etapa do Campeonato Gaúcho de Jetski, pela terceira vez sediado em Pelotas

14 de Abril de 2019 - 16h45 Corrigir A + A -
Pilotos mostraram técnica e empolgaram espectadores  (Foto: Jô Folha - DP)

Pilotos mostraram técnica e empolgaram espectadores (Foto: Jô Folha - DP)

Pela terceira vez em Pelotas, a etapa do Campeonato Gaúcho de Jet Ski reuniu centenas de pessoas ao longo do final de semana de velocidade nas águas da Praia do Laranjal. Entre passeios, treinos, baterias e categorias, pilotos profissionais e iniciantes se divertiram e contagiaram o público com apresentações e disputas acirradas, mostrando também um outro lado do esporte radical.

O engajamento da comunidade pelotense com o evento faz com que a modalidade tenha virado uma atração já tradicional na cidade. Considerada uma das melhores raias para esportes náuticos em todo o país, a Praia do Laranjal entrou definitivamente para o calendário da Associação Riograndense de Jet Ski, de acordo com o presidente da entidade, Antônio Augusto Ilha.

"É muito bom aqui. Nos preocupamos bastante com as condições climáticas para as provas em geral, mas o Laranjal nos presenteou mais uma vez com a condição ideal. O tempo esteve maravilhoso e somos recebidos com muito carinho por todos. Além de toda beleza daqui, temos competidores em alto nível, o que engrandeceu esta etapa ainda mais. Certamente ano que vem estaremos de volta", comentou.

Entre as categorias, a mais aguardada foi a disputa da Turbo, com máquinas que chegam até 140 km/h. Arrojado, o piloto Ismael Geitens venceu as duas baterias e foi o vencedor da etapa. Natural de Canoas, o empresário de 36 anos divide seu tempo entre o Jet e sua profissão.

"A gente faz o possível, tem que encaixar tudo. A paixão começou com 15 anos de idade, quando meu pai alugava um jet na praia de Imbé. Depois em 1994 compramos nosso primeiro jet por preço de custo na Yamaha, que dava o incentivo, mas tinha que competir. Aí começou minha trajetória nas competições", lembra.

O sobrenome Geitens, aliás, dá nome à equipe do piloto: a Geitens Racing. Além de sua paixão, Ismael divide campeonatos e provas com irmão Tiago. Ambos frenquentam desde campeonatos regionais até o mundial de Jetski, disputado em Lake Havasu, no estado do Arizona, Estados Unidos, onde Ismael chegou a ser 3º colocado.

Pilotando seu Kawasaki preto de número 16, Ismael empolgou ao fazer curvas fechadas e ultrapassagens emocionantes. Com a experiência de quem já navegou em águas por todo o mundo, sua opinião sobre a Praia do Laranjal traz a explicação do sucesso da etapa disputada por aqui.

"Eu já pilotei em muitos lugares do Brasil e fora também. Mas aqui no país, meu lugar preferido é Pelotas. A beleza do lugar, o engajamento do público, as condições de vento, essa marola daqui. É muito legal", completou.

De acordo com a organização, a próxima etapa do Campeonato Gaúcho de Jetski será sediada em Guaíba, nos dias 18 e 19 do próximo mês.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados